Petrolina e Juazeiro são selecionadas para receber tocha olímpica em 2016

por Carlos Britto // 03 de julho de 2015 às 21:00

tochaPetrolina, em Pernambuco, e Juazeiro, na Bahia,  estão entre as cidades brasileiras que irão receber a tocha olímpica para as Olimpíadas Rio 2016. A notícia foi confirmada nesta sexta-feira (3) pelas assessorias de comunicação das prefeituras das duas cidades.

O anúncio foi feito em Brasília pela presidente Dilma Rousseff e pelo presidente do Comitê Organizador dos Jogos, Carlos Arthur Nusmann.

Além de Petrolina e Juazeiro, outras 80 cidades receberão a tocha, que sairá em maio de 2016 de Olímpia (na Grécia), cidade-berço da Olimpíada.

A passagem da tocha olímpica pelos principais centros urbanos do país se encerrará no dia 5 de agosto de 2016, quando o último condutor da tocha acenderá a Pira Olímpica durante a cerimônia de abertura dos Jogos, no Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro (RJ). Os destinos finais para cada dia foram escolhidos para que a rota pudesse atingir o maior número possível de brasileiros dentro da duração estimada do revezamento. (foto/reprodução)

Petrolina e Juazeiro são selecionadas para receber tocha olímpica em 2016

  1. lene disse:

    Juazeiro só entrou pq é caminho!!!!!

    1. Mara disse:

      Seu comentário é totalmente desnecessário, pra não dizer leviano. Um momento que deveria ensejar alegria, infelizmente, temos que ler coisas pequenas como esta. Parabéns Juazeiro, Parabéns Petrolina…mais que merecido!

  2. Gustavo Lyra disse:

    Esse povo de Petrolina deve ter uma baixa estima muito grande. A gente olha pra Petrolina e vê que é uma cidade no meio da caatinga que se destaca, mas não é essa maravilha do oriente não. Uma cidade com problemas gravíssimos na area da saude, saneamento, educação e um sistema de transporte público, me desculpem as palavras, mas é uma bosta. É importante enaltecer, claro. O que não deve ocorrer é a falta de crítica e tentar se espelhar em cidades que estão bem a frente em desenvolvimento e qualidade de vida. Juazeiro, pelas qualidades que tem, deve procurar a trabalhar em conjunto com Petrolina e demais cidades da RIDE-São Francisco, mas o foco é outro, certamente muito distante dum nordeste que ainda tem índices de países africanos. Vamos deixar de ser babacas, parar de rinhas, se juntar e focar no trabalho.

  3. Márcia Maria disse:

    Deixem de tanta frustração e vão estudar para contribuir para o progresso das cidades irmãs…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *