Pátio de eventos de Petrolina não poderá abrigar shows

por Carlos Britto // 27 de janeiro de 2009 às 12:00

O pátio de eventos de Petrolina construído ao lado do Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, nas proximidades do shopping, não poderá mais ser palco para realização de shows. Assim como ele, outros espaços da cidade que estavam sendo utilizados para essa finalidade, como a orla e o trecho das unidades do Sesi e do Senac, nas proximidades do parque Josepha Coelho, também estão impedidos dessa função.

A recomendação é da promotora de meio ambiente Ana Rúbia Torres. “Todos nós temos direito a ter um ambiente ecologicamente equilibrado. A própria constituição que prevê esse direito a um meio ambiente ecologicamente equilibrado também prevê nosso direito ao lazer. O direito de um não pode antagonizar o direito do outro. Se uns querem se divertir, outros precisam descansar, então nossos shows precisam acontecer sem que as pessoas se prejudiquem em seu repouso”, disse a promotora.  Em virtude da situação a promotora disse ainda que sugeriu ao poder público municipal a construção de um novo pátio de eventos no distrito industrial.

Fonte: Gazzeta do São Francisco

Pátio de eventos de Petrolina não poderá abrigar shows

  1. Fico me perguntando por que se gastou rios de dinheiro na construção do pátio de eventos, sendo que ficaria inviável pela proximidade com o Traumas. Essa gente não pensava não? Dinheiro público no lixo.

  2. Flor disse:

    Falta de planejamento!

  3. MARCILIO FERREIRA disse:

    O PÁTIO FOI UTILIZADO POR MAIS DE 5 ANOS COMO PÁTIO DE EVENTOS ONDE ACONTECERAM DIVERSOS SHOWS MUSICAIS, HOJE SERVE COMO UMA EXTENSÃO ABERTA DO CENTRO DE CONVENÇÕES, ONDE PODE ABRIGAR FEIRAS E EXPOSIÇÕES. GASTO JUSTIFICADO. UM FORTE ABRAÇO AO AMIGO CARLOS BRITTO.

  4. Opara disse:

    Parece brincadeira de mau gosto. Sempre tive o maior respeito pela promotora, mas essa decisão é um quanto questionável… e por que antes podia… alguém pode explicar…

  5. Flávio Diniz disse:

    Sugiro que antes da publicação da noticia seja feita uma revisão ortográfica, pois tenho encontrado constantes erros de português e palavras incompletas.
    No texto acima temos: Parágrafo 1º linha 2 “…não poderá mais se palco para realização de shows”.
    Último parágrafo linha 2 “…se da pelo fato de sem locais próximos a áreas residenciais”.

  6. Opara disse:

    Flávio Diniz…. existem coisas mais importantes para preocupar-se. Lembre-se, a notícia aqui é na hora, que nem caldo de cana.

  7. Só pra aparecer! disse:

    Essa promotora só gosta mesmo é de aparecer na mídia!

  8. gringo africano disse:

    Se os eventos acontecessem todos os dias acabaria encomodando, más é uma vez ou outra. Será que não há algo mais importante para a promotora se preocupar, ex: O RIO ESTA VIRANDO UM ESGOTO COM TANTOS DEJETOS……………..

  9. Hércules Batista disse:

    E tem mais meu caro GRINCO AFRICANO, você disse certo tem outros problemas, mas grave naquela beira do rio, é o problemas das ALGAROBAS que só serve de esconderijo para marginais, na ORLA DOIS os barraqueiros estão cercando tudo que podem e o problema muito grave que é o do HOTEL DE TRANSITO DO EXERCITO BRASILEIRO, que é o antigo “BEQUE” hoje eles estão cercando tudo, pela a beira do rio a POPULAÇÃO não tem mais acesso, tem uma bomba imensa retirando água do rio, e é todo cercado e sendo ampliado a todo vapor porque não usar aquilo como O MUSEU DO VELHO CHICO e fazer um CANTO DO POETA para olhando para as águas do velho Chico poder se inspirar e fazer seus versos, sei que iriam adorar

  10. estefanio disse:

    Antes podia porque o hospital de traumas não tinha sido inaugurado. Imaginem agora um recém operado, as 2h da manhã ouvindo shows de oxente music…
    O problema é que quando se projetou o pátio, já se sabia que um dia o hospital iria funcionar e simplesmente isso foi ignorado. Faltou bom senso.

  11. Forrozeiro Petrolinense disse:

    Queremos deixar bem claro, que estamos em pleno seculo 21, e que as coisas mudaram. A tecnologia hoje é muito grande. para os leigos e aqueles que gostão de criticar as coisas de nossa querida cidade, vai um recado: JÁ EXISTE HOJE MECANISMO PARA CONTROLAR E FAZER EVACUAÇÃO SONORA, quem quiser fazer eventos lá no pateo que se preocupe em fazer a instalação desse equipamento.
    Eu quero é forrozar…

  12. ARIMATEIA BARBOSA disse:

    Gostaria de saber se nas grandes cidades não existe promotoras de meio ambiente, e porque não aparecem tanto como a Drª Ana Rúbia, será que é porque fazer show na praia de Copacabana ou na Av: Paulista ou até mesmo no parque Ibirapuera não incomoda os paulistas e cariocas? Promotora, o que nos incomoda é a poluição diária que é despejada quase em frente de sua pizzaria no rio São Francisco e não podemos fazer nada, o que nos incomoda é a falta de área verde nessa cidade tão quente, o que nos incomoda é falta de políticas públicas direcionada ao meio ambiente, o que incomoda a população é o canal a céu aberto do Mª Auxiliadora ao lado do Pátio de eventos e não os eventos que lá acontecem, a promotoria em geral devia tomar providências era contra prostituição infanto/ juvenil e adulta que vem se alastrando em toda a cidade e tem seu maior reduto o viaduto (esquina do Grande Rio) isto sim, incomoda e pertuba toda uma população. Promotora solicite ima audiência pública e ouça a população e veja que não vai ser um show de música que vai matar o doente do trauma e sim a falta de médico, medicamento e justiça social.

  13. antonio carlos disse:

    o que mais me chama a atenção e que a luta da promotora contra a compesa, que e muito importante e prejudica as pessoas em petrolina ela nunca vence, mas as coisas que ele proibe que deixa o povo de petrolina revoltado devido ninguem entender o porque da proibição, ela consegue muito rápido ou seja será que daqui a algum tempo vamos ter toque de recolher em petrolina.pois com tantas proibições só falta isso.

  14. Robson Patrício disse:

    O que aconteceu no pátio de eventos foi apenas falta de planejamento mesmo, pois se já havia um pátio de eventos naquele local, os fiscais de postura do nosso municipio, deveriam não ter aprovado a construção do hospital de traumas naquele local, pois temos outros locais mais centralizados. O que quizeram foi IGNORAR MESMO; “é o velho ditado…. deixa como tá pra vê como é que fica”!!!!!!

  15. Dr. Aluilce Vasconcelos disse:

    A Bandeira Nacional tem duas palavras bem pouco lembradas por nós: ORDEM E PROGRESSO.
    O que nossa promotora tem feito é tentar colocar ORDEM nesta cidade. Vejo que todas as ações dela são coerentes e pautadas nos limites da lei.
    Quanto a onde realizar os shows, quanto mais longe melhor. O povo quer mesmo é “pão e circo!”. O povo vai para o show mesmo que seja distante. Tenho pacientes no SUS que dizem não ter dinheiro para comprar um remédio, mas se houver um show pago eles rapidamente conseguem o dinheiro e ainda me questionam se o medicamento pode ser ingerido com bebida alcóolica.
    Mais uma vez parabenizo a promotora e sei que a mesma tem pulso firme e não vai ceder à pressão de A ou B para voltar atrás.
    aluilce@terra.com.br

  16. Opara disse:

    O pátio de evento foi uma grande idéia. A Prefeitura arrecada muito dinheiro que pode ser utilizado na melhoria da cidade. Sinto cheiro de perseguição no ar.

  17. antonio carlos disse:

    Dr Aluilce Vasconcelos ORDEM E PROGUESSO E NÃO ( ORDEM E DITADURA ) as festa fazem parte do dia a dia como o trabalho, lazer e muitas outras coisas. não e justo que a Sra promotora queira proibir tudo o que ela não gosta, se eu não estou enganado petrolina e de todos nós, que aqui moramos. e quanto a julgar as pessoas, cada um faz de sua vida o que quizer. e mais petrolina já existia muito antes da Sra promotora aqui chegar proibindo tudo. queremos a nossa liberdade de volta já.

  18. beka disse:

    Gostaria de que as autoridades da cidade se preocupassem com o que é óbvio e urgente. A droga está em cada esquina. Quando vemos crianças na rua cheirando cola, não temos para quem ligar para salvarmos aquelas vidas. Não seria muito, se tivéssemos uma central de atendimento com pelo ao menos duas pessoas de plantão(+- igual ao SAMU) para recolher essas crianças e adolecentes fazer entrevista com eles, saber quem são os pais, porque não estão na escola ou em casa estudando.Deveria se criar leis para que eles não fiqcassem nas ruas até altas horas)responsabilizando pais e mães que deixam seus filhos nas “bocadas” , pois são alvos fáceis para a disseminação das drogas e prostituição. Porque que os produtores agrícolas, vem aqui e explora nossa terra, levam rios de dinheiro, sem ajudar em nada(ex. poderia cada um contribuir com um certo valor para termos uma cidade vigiada por meio de satélite. A VIOLÊNCIA PRECISA SER COMBATIDA. E enquanto as autoriades ficam debatendo onde pode ter carnaval ou não( para comodidade dos conhecidos e parentes), o perigo se alastra. É preciso que as autoriddes se imponham de forma mais efetiva visando o bem de todos e não somente o de alguns. Quem tem carro blindado pensa que está salvo.

  19. LUCIANO disse:

    Ola boa noite gente essa promotora so quer aparecer mesmo, kd que Juazeiro tem essa fulerage, ate a vaquejada ela quer proibir!!!

  20. JUNIOR disse:

    Eu gostaria de saber por quer a policia nao faz blits com o velho bafometro nos perinetros da orla, areia branca jose maria e nas proximidades do pagode de amelia só itensificam pro lado das
    ilhas do rodeadouro e das pedrinhas será q só tem bar por lÁ

  21. Lorrane disse:

    Depois as pessoas reclamam dizendo que a cidade está morta comparando com Juazeiro que é uma cidade tão animada.
    Devem ser impostos outros meios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *