Operação policial em Pernambuco prende jovem com R$ 1.000 em notas falsas

por Carlos Britto // 21 de dezembro de 2021 às 08:54

Foto: PF/divulgação

A Polícia Federal (PF) autuou em flagrante, no final da manhã de ontem (20) um vendedor de planos de internet, de 22 anos, natural de Arcoverde (PE), o qual reside em Venturosa e no Recife (PE). Ele é suspeito de repassar notas falsas. A prisão foi feita por uma equipe do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em Arcoverde, que contou com apoio do setor de Segurança dos Correios, após troca de informações com a PF em Caruaru (PE).

Os policiais militares receberam a informação e as características físicas do suspeito, que estaria se dirigindo até a agência dos Correios de Venturosa com o objetivo de retirar notas falsas. Foram feitas, então, várias diligências pelos PMs, os quais conseguiram identificar um jovem com as mesmas características saindo da agência com um envelope.

Os PMs o abordaram e ele acabou confessando estar de posse de 10 notas de R$ 50 e cinco notas de R$ 100, perfazendo um total de R$ 1.000 em notas falsas. O suspeito recebeu voz de prisão em flagrante e, em seguida, encaminhado à Delegacia da PF em Caruaru, para os procedimentos de polícia judiciária.

Na delegacia o jovem foi autuado em flagrante pelo crime contido no artigo 289, parágrafo 1º do Código Penal (introduzir em circulação nota falsa). Caso seja condenado, poderá pegar penas que variam de 3 a 12 anos de reclusão, além de multa. O suspeito não tem antecedentes criminais. Ele passará por audiência de custódia e, se for confirmada sua prisão preventiva, será encaminhado ao sistema prisional em Caruaru. Caso contrário responderá ao processo em liberdade. Em seu interrogatório o suspeito informou ter comprado os R$ 1.000 de notas falsas num anúncio postado no WhatsApp, pagando a quantia de R$ 340. A encomenda foi postada em São Paulo (SP) no último dia 6 de dezembro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *