Operação ‘Arapuca’: Delegado responsável explica ação realizada nesta quarta no Sertão pernambucano

0
Foto: PCPE

A Polícia Civil de Pernambuco (PCPE) desencadeou na manhã desta quarta-feira (7) a sua 53ª Operação de Repressão Qualificada deste ano, denominada ‘Arapuca’, com o objetivo de identificar e desarticular integrantes de organização criminosa voltada à prática dos crimes de tráfico de drogas, homicídio e venda ilegal de arma de fogo. A investigação teve início em junho de 2020, e ontem, foram cumpridos seis mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão domiciliar expedidos pelo Juiz da Vara Única da Comarca de Venturosa, no Sertão de Pernambuco.

A operação foi presidida pelo Delegado Germano Ademir de Souza Lima, titular da 19ª Delegacia Seccional de Polícia (DESEC) de Arcoverde (PE), no Sertão do Moxotó, que nesta quinta-feira (8), em entrevista ao Programa Carlos Britto, na Rural FM, explicou como aconteceu a ação.

“Foram cumpridos seis mandados de prisões e nove de busca. Dois já se encontravam presos no presídio de Arcoverde. Os outros encontravam-se soltos, sendo quatro presos e um deles na cidade de Venturosa. Em sua propriedade rural foi encontrada aproximadamente 8 kg de maconha, a quantia financeira de aproximadamente R$ 16 mil, além de crack e cocaína”, contou o delegado. 

Durante a operação foram empregados 60 policiais civis – entre delegados, agentes e escrivães, e 40 policiais militares, além do apoio operacional da Polícia Rodoviária Federal (PRF). As investigações foram assessoradas pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco (Dintel).

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome