Número de abstenções, brancos e nulos supera candidato mais votado em Pernambuco

por Carlos Britto // 03 de outubro de 2022 às 18:40

Foto: Reprodução

O somatório de eleitores que votaram em branco, nulo ou que não compareceram ao primeiro turno nesse domingo (2) superou, em sete Estados, a votação alcançada pelo candidato que lidera a disputa para governador. Em todos esses locais, com a decisão da corrida estadual adiada para o segundo turno, um dos desafios de candidatos que permanecem na disputa será atrair a parcela expressiva do eleitorado que não votou em ninguém.

Quando são considerados os desempenhos de candidatos que terminaram na segunda colocação, o “não voto” é superior em 22 Estados. Somente em cinco unidades da federação – Bahia, Ceará, Piauí, Amapá e Roraima – o candidato que ficou em segundo teve mais votos do que o somatório de brancos, nulos e abstenções. Em quatro desses Estados a eleição foi decidida no primeiro turno; na Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT) e ACM Neto (UB) disputarão o segundo turno.

Em Pernambuco, numa disputa acirrada envolvendo cinco candidatos, Marília Arraes (Solidariedade) terminou o primeiro turno na liderança, com 23,9% dos votos válidos – o equivalente a 1,1 milhão de eleitores. Só o número de abstenções, de 1,2 milhão, já superou a votação dela no primeiro turno. Brancos e nulos somaram ainda outros 826 mil votos. (Fonte: O Globo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.