No Dia do Trabalho, presidente do STTAR de Petrolina pede inclusão de trabalhadores rurais em grupos de vacinação

3
Foto: divulgação

Em artigo alusivo ao Dia do Trabalho, neste sábado (1), a presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina (STTAR), Lucilene Lima ‘Leninha’,  ressalta a luta da atual diretoria da entidade em defesa dos direitos da categoria no Vale do São Francisco. Ela também frisa que a atual diretoria tem sido firme em prol da saúde dos trabalhadores, e que a diretoria não parou durante a pandemia da Covid-19. Agora, Leninha cobra a inclusão dos trabalhadores assalariados no grupo de prioridade para receber a vacina contra o novo coronavírus.

Confiram a íntegra da nota:

Em nome de toda a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina, quero saudar e desejar um feliz Dia do Trabalhador para todas as trabalhadoras e trabalhadores assalariados rurais do Vale do São Francisco. Nós, trabalhadores assalariados rurais que sustentamos a economia do Vale do São Francisco, que permanecemos na linha de frente neste período de pandemia, que somos guerreiros e que somos aguerridos.

Quero deixar os nossos votos, os nossos votos não só apenas de um feliz Dia do Trabalhador, mas que nós possamos continuar sendo abençoados por Deus e que a gente possa seguir em paz para poder trazer o sustento para casa e para pôr na mesa da nossa família. Quero aqui deixar um abraço e um beijo bem grande no coração de cada trabalhador assalariado rural do Vale do São Francisco.

Sintam-se abraçados mesmo à distância, por essa presidente que tem buscado construir e trazer o que há de melhor para a nossa classe trabalhadora, não só o direito, mas também sempre na linha de frente, defendendo a saúde dos nossos trabalhadores assalariados rurais.

Lucilene Lima Leninha/Presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais de Petrolina-PE

3 COMENTÁRIOS

  1. kkk. Todo mundo quer achar um brecha pra passar na frente dos outros. Os motoristas de coletivos ainda não foram vacinados. Além da saúde, tem grupo mais prioritário? kk.

  2. kkk. Todo mundo quer achar um brecha pra passar na frente dos outros. Os motoristas de coletivos ainda não foram vacinados. Além da saúde, tem grupo mais prioritário? kk.

  3. Primeiramente ela devia se preocupar em garantir que todos utiliza-se mascara, principalmente em um ambiente confinado e sem respeitar as regras de distância social.
    Do que adianta cobrar que essas pessoas sejam vacinadas se não conseguem cumprir nem as medidas básicas que é o USO DA MASCARA.
    FICA A DICA

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

3 × 3 =