Ministro FBC nega ter recebido convites do PT e PMDB e prefere socialistas apoiando Dilma

2

FBC (2)_640x427Mantendo o discurso de que a campanha eleitoral de 2014 deve ficar em segundo plano neste momento, o ministro Fernando Bezerra Coelho descartou ter recebido qualquer convite do PT ou do PMDB para abrigá-lo, caso decida sair do PSB.

Em Petrolina, onde acompanhou o governador Eduardo Campos na última sexta-feira (10), Fernando Bezerra, no entanto, defendeu abertamente a manutenção da aliança entre os socialistas com o PT da presidente Dilma Rousseff e o PMDB do vice Michel Temer. E garantiu que Eduardo, principal líder do PSB, está ciente do posicionamento dele (FBC).

Ao mesmo tempo, o ministro reconheceu a legitimidade da legenda socialista em apresentar um projeto alternativo para 2014. “Um partido que teve sucessivas vitórias, em 2010 e 2012, possa apresentar suas propostas na construção de um projeto político que possa, eventualmente, vir a liderar. Mas esse é um debate que está apenas começando”, avaliou.

Para FBC, tudo isso será discutido no momento certo, o qual – segundo ele – não é agora. “Acho contraproducente, e até um desserviço, discutir eleição com tanta antecedência. Estamos apenas concluindo o primeiro semestre do terceiro ano (do mandato de Dilma). O momento é de entregar obras e iniciar outros empreendimentos importantes, sobretudo nesse momento de seca”, ponderou.

2 COMENTÁRIOS

  1. É o jogo político está bém transparentes para mim, espero não ser um especulador, mas acompanhar essa novela política, já que “o elenco principa dessa noveva é FBC, convido os petrolinense a ponderar e esperar as convenções de 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome