Mercado teme desabastecimento de combustíveis em novembro

por Carlos Britto // 19 de outubro de 2021 às 18:30

A Petrobras confirmou, nesta terça-feira (19), que não poderá atender todos os pedidos de fornecimento de combustíveis para novembro, que teriam vindo acima de sua capacidade de produção, acendendo um alerta para distribuidoras, que apontaram para risco de desabastecimento no país.

Em comunicado, a petroleira afirmou que recebeu uma “demanda atípica” de pedidos de fornecimento de combustíveis para o próximo mês, muito acima dos meses anteriores e de sua capacidade de produção, e que apenas com muita antecedência conseguiria se programar para atendê-los.

A confirmação vem após a Associação das Distribuidoras de Combustíveis Brasilcom – que representa mais de 40 distribuidoras regionais de combustíveis – ter afirmado na semana passada que a petroleira teria avisado diversas associadas sobre “uma série de cortes unilaterais nos pedidos feitos para fornecimento de gasolina e óleo diesel” para novembro.

Parque de refino

A petroleira destacou, no comunicado, que está operando seu parque de refino com fator de utilização de 90% no acumulado de outubro, contra 79% no primeiro semestre do ano.

Em 2020, o fator de utilização das refinarias também ficou em cerca de 79%, superior ao registrado em 2019 (77%) e 2018 (76%), mesmo considerando paradas programadas nas refinarias Reduc, RPBC, Regap, Rlam, Repar e Revap, que foram postergadas de 2020 para 2021 em função da pandemia.O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) reiterou em nota nesta terça-feira sua defesa pelo alinhamento de preços ao mercado internacional e sinalizou que uma clareza sobre o tema é necessária para atrair o investimento de agentes econômicos para a ampliação do parque de refino brasileiro. (Fonte: G1)

Mercado teme desabastecimento de combustíveis em novembro

  1. Mariah disse:

    Que safadeza, não acredito que o povo Brasileiro aceite isso. Sabemos como esta o mundo, mas não a esse ponto.

  2. José disse:

    A estratégia é conhecida: sucatear e desvalorizar, pra tentar justificar a privatização!, o objetivo principal do golpe de 2016! A esperança é q a classe média e os brasileiros em geral acordem, se apercebam de q foram ludibriados, já pagando gasolina a 7 reais.

  3. Paulo Henrique disse:

    Pura balela isso aí, com certeza vai vir mais aumento nós próximos dias e não tem desculpa maior que essa pra ferrar ainda mais com a vida dos brasileiros.

  4. Bosco disse:

    POIS É COMO O BOZO DISSE ! NADA QUE TA RIUM QUE NÃO POSSA PIORAR. VAI VENDO BRASIL. SÓ DÁ UNS TIROS QUE PASSA

  5. marcius disse:

    Não está nada ruim, tem gente que está ficando muito bem de vida. É só saber trabalhar, querem um exemplo: Paulo Guedes, só essa semana já ganhou R$ 500mil nos bancos de paraísos fiscais. Tá vendo como é bom para o país o dólar ficar alto “todo mundo” ganha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *