Lucinha Mota afirma que pretende ocupar o prédio da Procuradoria Geral da República em agosto, caso o crime de Beatriz não seja elucidado até lá

3
Lucinha Mota, mãe da Menina Beatriz. (Foto: Alieny Silva/Blog do Carlos Britto)

Lucinha Mota, mãe da menina Beatriz Angélica e pré-candidata a deputada estadual pelo PSOL de Petrolina, foi a entrevistada do Talk Show do Blog desta sexta-feira (25). Entre outros assuntos, claro, ela não poderia deixar de comentar sobre o brutal assassinato de sua filha, ocorrido no Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, centro de Petrolina, no dia 10 de dezembro de 2015.

O Caso Beatriz continua sem solução, mas Lucinha garante que sua pré-candidatura não vai atrapalhar o movimento que clama por justiça. Ela revelou que, se nada for esclarecido até o próximo mês de agosto, o grupo vai ocupar o prédio da Procuradoria Geral da República, em Brasília.

O movimento [Somos Todos Beatriz] não vai parar, está mais forte ainda. Se até agosto não tivermos nenhuma resposta, vamos ocupar o prédio da Procuradoria Geral da República”, afirmou ela, pedindo contribuição da população para ajudar nas despesas. Quem quiser fazer doações, pode entrar em contato com o grupo, através da página oficial no Facebook.

3 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome