Petrolina será um dos polos do Carnaval 2012 promovido pelo governo do estado

por Carlos Britto // 18 de janeiro de 2012 às 14:02

O Governo de Pernambuco lançou ontem (17) a Convocatória para o Carnaval 2012. Como forma de propiciar ainda mais a integração das políticas de cultura e de turismo do Estado, a realização da festa será uma ação conjunta das secretarias da Casa Civil, Cultura/ Fundarpe e Turismo/ Empetur. O objetivo da Convocatória é promover a circulação de artistas, bandas, orquestras e agremiações carnavalescas nas quatro macrorregiões do Estado de Pernambuco.

Toda esse turma terá apresentações nas seguintes cidades-polo: Águas Belas, Arcoverde, Belém do São Francisco, Bezerros, Catende, Goiana, Ipojuca, Itamaracá, Jaboatão dos Guararapes, Nazaré da Mata, Paudalho, Pesqueira, Petrolina, Salgueiro, Surubim, Tamandaré, Timbaúba, Trindade, Triunfo e Vitória de Santo Antão. “A convocatória, além de estabelecer um processo mais transparente e democrático de construção da grade de atrações, garante a valorização das matrizes do carnaval do Estado”, explica o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa.

De hoje (18) até o dia 25 de janeiro, artistas e produtores culturais de todo o país poderão apresentar suas propostas nas modalidades “Atração Nacional”, “Atração Estadual”, “Cortejos Carnavalescos e Orquestras Itinerantes de Frevo”. “A inclusão dos cortejos carnavalescos e orquestras itinerantes fortalecem e incrementam o carnaval de rua, de chão, que em muitas cidades vem perdendo força. O Governo do Estado, como indutor da política cultural, deve promover o carnaval em todas as suas dimensões”, explica o secretário de Cultura, Fernando Duarte.

Propostas

As propostas serão habilitadas e selecionadas por uma comissão formada por sete pessoas: três da Secretaria de Cultura/ Fundarpe, três da Secretaria de Turismo/ Empetur e uma da Casa Civil. A escolha das propostas levará em consideração o mérito artístico de cada atração que, por sua vez, será distribuída de acordo com o perfil cultural de cada cidade polo. O governo reservará uma cota de 20% do total da programação para artistas e grupos convidados.

As inscrições serão feitas no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, das 9h às 18h, de segunda a sexta. aos sábados e domingos, das 9h às 13h. O resultado da Convocatória será no dia 30 de janeiro. O edital está disponível nos sites www.setur.pe.gov.br e www.fundarpe.pe.gov.br. (Da Assessoria/foto reprodução)

Petrolina será um dos polos do Carnaval 2012 promovido pelo governo do estado

  1. Jessica disse:

    Eita meu paaaii!
    Petrolina não mais pode ter outra atração no Carnaval, além de Frevo?
    Me poupe!!!
    Que coisa mais chata.
    Deveriam pelo menos fazer um pesquisa, para saber a opinião das pessoas?
    A quantidade de pessoas que vão para a rua ver o “Frevo” já deveriam ser uma resposta.
    #FicaaDica

    1. alex disse:

      oxete procura outro lugar pra ir idiota já que não gosta. Não deprecia ou coisa lesa se não gosta f…

    2. RAEL REALE disse:

      “UM PASSO A FRENTE E VOCÊ NÃO ESTARÁ NO MESMO LUGAR”
      Pelo que vejo a discussão foi colocada de forma equivocada.
      A licitação abriu espaço para atrações NACIONAIS, ESTADUAIS e AGREMIAÇÕES DE RUA, então não é só frevo, ou muito menos bandas de “ricife” o espaço está aberto a todos que queiram apresentar algo bonito, culturalmente forte… Os Matingueiros, os “DETESTÁVEIS” matingueiros é uma prova inconteste da intolerância do GOSTO de alguns q já não aguentam mais essa banda que toca axé, frevo, maracatu e forró.
      Não há, blogueiros, hierarquia de músicas: “frevo é cultura, axé é lixo”, mas nossos ouvidos estão acostumados a apreciar apenas música pobre, em termos de criatividade, de inovação, de complexidade e labor que já não mais conseguimos suportar uma música “ALIENÍGENA” e “EXÓTICA” como é o frevo, o maracatu, o forró.
      Abaixo a máfia do dendê, a ditadura do axé, precisamos da diversidade cultural, da música espontânea de rua e despida de interesses imperialistas e do lucro líquido.
      POR FAVOR DEVEMOS NOS ELEVAR ALTO E NÃO DESCER ATÉ CHÃO MIJADO E SUJO DOS DESPOJOS DO VELHO E BOM AXÉ, AQUELE QUE NAMORAVA O FREVO E A CONTRACULTURA DO MUNDO INTEIRO.
      VIVA A PLURALIDADE DE IDÉIAS E A GUERRILHA CULTURAL!

  2. Naja disse:

    aff, lá vem de novo essas bandinhas fuleiras lá di ricifi.

    1. DAGE-X disse:

      hauahuaauahauhauahaua..

      1. alex disse:

        procura um lufar melhor já que não gosta e não faz comentáros sem fundamentos mané

  3. Desconstruidor de Discurso disse:

    Entendo que a Prefeitura não deve se submeter aos gostos do governador. Fazer um carnaval só de frevo, maracatu etc significa empurrar os petrolinenses para o carnaval de Senhor do Bonfim, São Raimundo Nonato, Salvador etc… a Prefeitura tem que experimentar fazer um carnaval nos moldes como foi o São João, ou seja, em parceria com a iniciativa privada. Já tivemos a experiência de carnavais feitos pelo governo do Estado em nossa cidade e todos foram desastrosos.

  4. Petrolinense Nato disse:

    Carnaval em Petrolina? Deus me livre! Foi-se o tempo do respeito a cultura da nossa cidade. Essa festa ai é pros recifeiros que estão sem grana pra ir pra ricifilis! Gostaria muito que voltassem os velhos carnavais com presença do povo de Petrolina, com a Avenida Souza Filho lotatada!

  5. Luan disse:

    Quanta ignorancia achar que frevo e maracatu são coisas apenas do “RICIFI”… Pessoal vergonha seria a prefeitura se submeter a um carnaval BAIANO com bandas de AXÉ!!!

    A prefeitura merece parabens por não estar deixando morrer nossa cultura PERNAMBUCANA na nossa cidade!!!

    PERNAMBUCANO COM ORGULHO!!!

    1. DAGE-X disse:

      hehehe.. se depender de mim o maracatu rural e aquelas demais culturas da região metropolitana podem morrer que não fazem falta. Deixa eles apreciarem por lá mesmo.

      Se tocar o São Gonçalo (cultura petrolinense) no carnaval de Recife duvido que eles gostem… rsrs..

      1. alex disse:

        Nossa to pasmo quer dizer que o são gonçalo é cultura petrolinense?! filho é uma questão de cultura e de gosto se não gosta cai fora vai pra esculhambação do pagode pois o carnaval da bahia já prestou quando realmente tinha raiz, tocava o verdadeiro axe, mas isso vc não entende é leigo kkkk

  6. claro disse:

    Um polo, meia dúzia ao lado do Bis burguer tentando dançar ao som de uma badinha de frevo. Ou olhando os passos iguais do pessoal do maracatu com uma bonequinha na mão só no ‘pessinho pra frente, pesinho pra trás.’ Ne se devia falar de carnaval em Petrolina.

  7. PETROLINENSE disse:

    Cultura pernambucana? parece piada. Cultura Recifense, única e exclusivamente. Não aceitamos impossição de cultura da capital. SE não torcemos para o times de lá, não gostamos de frevo, é porque somos um povo moldado aos nossos gostos. Então vamos sugerir que o Recife patrocine a Roda de São Gonçalo, que é nossa cultura e nenhum praiano sabe o que é. Como diria um conhecido meu: queta lá! vão cantar em outra freguesia. Gastar muito dinheiro com ornamentação, palcos, som, para 30 pessoas é um dos maiores absurdos.

    Na capital nos chamam de matutos por não nos interessar-mos por seu futebol, mas, todos lembramos que até certo ano nenhum time do Recife veio aqui para tentar conquistar torcedores. Enquanto isso, Assisti aos 04 jogos do flamengo aqui, 02 do Vasco, 01 do Fluminense e 01 do Atlético Mineiro. Então não me venham com essa de querer colonizar-mos. Frevo só na praça 21 de Setembro. Cabe todos lá e sobra espaço. Deixa o petrolinense escolher o que quer. Se o governo não quiser mandar dinheiro, de volta com ele. Se não manda obras, então, merrecas para pular frevo, não.

  8. PETROLINENSE disse:

    Falando nisso, os blogs da região deveriam se ligar que fotos de frevo não animam os petrolinenses. Antigamente eu via carrancas ornamentadas, remos, paquetes, enfim, temas do nosso cotidiano do rio, da nossa cultura. Quem está tentando invadir nossa cultura são os recifenses. Espero que a prefeitura não coloque ornamentação de sombrinhas na avenida. Ficam sem nexo. Veja nossos personagens e façam eles de tema. Se colocarem temas de frevo, vão ser ridículo como já vem sendo rídiculo nos anos anteriores.

  9. DAGE-X disse:

    Eu lembro que ano passado, a Prefeitura disponibilizou um pequeno palco na Av. São Francisco (Areia Branca) em que não tocou frevo, com pouco investimento a avenida lotou de foliões.

  10. ANTONIO JERONIMO DE ALMEIDA NETO disse:

    Sr. Pernambucano, nós petrolinenses somos pernambucanos, embora que os governantes do nosso Pernambuco e as pessoas da Capital RECIFE nunca terem nos valorizados apesar de mudarem pra nossas cidades e ocuparem as vagas de emprego.
    Nós petrolieneses somos pernambucanos quando colocamos Pernambuco como referência da fruticultura irrigada, mesmo sem auxilio do governo.
    Nós Petrolinenes somos pernambucanos quando a mídia divulga Petrolina entre as melhores cidades para morar e investir.
    Contudo, o ser Petrolinense é ser mais que pernambucano, é ser morador do Vale do São Francisco, é ter o Rio Nilo Brasileiro como referencia e orgulho, é saber que o irmão da outra margem do rio também é o nosso irmão, é ter o privilégio de ter 2 comercios para compra (Juazeiro e Petrolina), é ter 2 shoping centers, 2 carnavais, várias opções de rádio, 2 culinárias (bode e as delicias baianas ) é até ter o privilegio de ter duas viradas de ano!
    Por esse e outros motivos, esse discusso de cultura pernambucana não se aplica na cidade que foi construída e é mantida por varios Baianos, sem esquecer dos piauienses das cidades próximas a nós.
    Também devemos lembrar que durante todo o ano, raríssimas vezes ouvimos alguma musica de frevo, muito mais em nossas festas essas musicas de frevo são tocadas e por esses e outros motivos que o carnaval aqui deve ser diferente POR RESPEITO A CULTURA DE PETROLINA!

  11. Watergate disse:

    Frevo é bom demais!
    Ate o ator Martin Lawrence curte. olha ele na foto se acabando no frevo!
    Ou não..
    Esse negão é fanta!

    1. DAGE-X disse:

      Hauahuahauahauhauahauahauaau

  12. Watergate disse:

    Ou será o Eddie Murphy ?

  13. DOMINGOS disse:

    A CULTURA PERNAMBUCA DEVIRIA SER MAIS RESPEITADAS PELOS COMENTARISTAS DE PLANTÃO QUE NÃO ENTENDEM O QUE FESTA CARNAVALESCA. AXÉ SE ESCUTA O ANO INTEIRO, E PETROLINA É PERNAMBUCO E NÃO DEVE SER ENGOLIDA PELO CARNAVAL BAIANO (NADA CONTRA) RESPEITO MUITO MAIS TUDO EM SEU LUGAR. REPEITEM NOSSA CULTURA……..

  14. DAGE-X disse:

    Rapaz, o negão da foto deveria disputar as olimpíadas de Londres.. vai saltar alto assim lá longe…hehehehe.

  15. RAEL REALE disse:

    “UM PASSO A FRENTE E VOCÊ NÃO ESTARÁ NO MESMO LUGAR”
    Pelo que vejo a discussão foi colocada de forma equivocada.
    A licitação abriu espaço para atrações NACIONAIS, ESTADUAIS e AGREMIAÇÕES DE RUA, então não é só frevo, ou muito menos bandas de “ricife” o espaço está aberto a todos que queiram apresentar algo bonito, culturalmente forte… Os Matingueiros, os “DETESTÁVEIS” matingueiros é uma prova inconteste da intolerância do GOSTO de alguns q já não aguentam mais essa banda que toca axé, frevo, maracatu e forró.
    Não há, blogueiros, hierarquia de músicas: “frevo é cultura, axé é lixo”, mas nossos ouvidos estão acostumados a apreciar apenas música pobre, em termos de criatividade, de inovação, de complexidade e labor que já não mais conseguimos suportar uma música “ALIENÍGENA” e “EXÓTICA” como é o frevo, o maracatu, o forró.
    Abaixo a máfia do dendê, a ditadura do axé, precisamos da diversidade cultural, da música espontânea de rua e despida de interesses imperialistas e do lucro líquido.
    POR FAVOR DEVEMOS NOS ELEVAR ALTO E NÃO DESCER ATÉ CHÃO MIJADO E SUJO DOS DESPOJOS DO VELHO E BOM AXÉ, AQUELE QUE NAMORAVA O FREVO E A CONTRACULTURA DO MUNDO INTEIRO.
    VIVA A PLURALIDADE DE IDÉIAS E A GUERRILHA CULTURAL!

  16. karllaGouveia disse:

    Petrolina nao tem mas nada interessante para fazer no carnaval alem de frevo i essas bandinhas sem futuro,ate juazeiro qe é o cú do mundo tem o carnaval muito melhor de qe o daqui me polpe vamos fazer algo qe agrade o publico.

  17. Damásio disse:

    Sem dismerecer qualquer outra cultura mas essa discurção toda ai não era pra acontecer boto a culpa um pouco na “imprensa” porquê passa o tempo todo fazendo midia em cima da cultura bahiana e fortemente em musicas insuportáves e dai que um publico passa a ouvir tanta babozeira que chegar a adorar e já que moramos em uma divisa com a bahia o poder publico ou quem de autoridade for a resolver esse probleminha podem muito bem em cada dia de carnaval diversificar os polos dai o publico vai pra o que gostar! acredito que o show da margareth será imperdivél e que não botam bandas que provoquem confusão!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *