Juazeiro atualiza planejamento de vacinação contra Covid-19 para esta semana

0
Foto: Ascom PMJ/arquivo divulgação

A Secretaria de Saúde (Sesau) de Juazeiro (BA) atualizou o planejamento de vacinação contra a Covid-19 até a sexta-feira (21). A modificação é do local de segunda dose e o horário de um dos locais de vacinação. Permanece o esquema da imunização dos profissionais das forças e segurança e salvamento com 40 anos ou mais, trabalhadores da saúde, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, autistas e imunossuprimidos

Segunda dose

Quem precisa tomar a segunda dose da vacina CoronaVac pode ir à Univasf das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h. Já quem vai receber a AstraZeneca/Oxford pode ir ao Juá Garden Shopping ou à Escola Iracema Pereira Paixão (bairro São Geraldo). O atendimento é das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h. É preciso estar munido de cartão SUS e/ou CPF, cartão de vacina e comprovante de residência.

Profissionais das forças de segurança e salvamento

Os profissionais das forças de segurança e salvamento com 40 anos ou mais que ainda não tomaram a primeira dose deverão ir ao Centro de Saúde III ( bairro Angary), das 8h às 12h. A vacinação deste público será de hoje (18) a sexta-feira.

Fazem parte do grupo de segurança e salvamento: policiais militares, policiais civis, policiais rodoviários, policiais federais, policiais penais ou agentes penitenciários, bombeiros militares, bombeiros civis, guardas municipais, agentes de trânsito e salva-vidas. É preciso que este público leve o contracheque do mês de março/ abril, CPF e/ou cartão SUS. O trabalhador deve estar ativo e lotado no município de Juazeiro.

Trabalhadores da saúde

Os profissionais de saúde também podem receber a primeira dose no Centro de Saúde III. A vacinação para este público será de terça a sexta-feira, das 8h às 12h. Os profissionais autônomos devem levar CPF e/ou cartão SUS, carteira do Conselho e/ ou diploma de conclusão de curso, comprovante de Imposto de Renda de 2019 e 2020 que comprove sua atividade como profissional autônomo da saúde e comprovante de residência. Os profissionais com vínculo empregatício deverão levar CPF e/ou cartão SUS, carteira do Conselho e/ ou diploma de conclusão de curso, carteira de trabalho e/ou contracheque.

Pessoas com deficiência permanente, autistas, transplantados, imunossuprimidos e comorbidades

As pessoas com autismo, deficiência permanente, transplantados de órgão sólido ou medula óssea, imunossuprimidas, com idade entre 18 e 59 anos, e com outras comorbidades, com idade de 50 anos ou mais, deverão ir a alguma Unidade Básica de Saúde (UBS) da zona urbana ou rural, ou na Creche Mariá Tanuri (bairro Santo Antônio), para receber a primeira dose da vacina nesta terça-feira (18).

Na zona urbana, o atendimento nos postos de saúde é das 8h às 12h. Na zona rural a UBS funciona das 8h às 11h. O atendimento na creche Mariá Tanuri é das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h. É preciso levar o laudo médico, RG, comprovante de residência e cartão SUS. Também é necessário levar uma cópia do laudo médico e/ou da receita médica que comprove a comorbidade ou a deficiência, pois esta ficará retida.

Fazem parte do grupo de comorbidade, segundo a resolução da Comissão Intergestores Bipartite da Bahia (CIB), pessoas com diabetes, pneumopatias crônicas graves, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca, cor-pulmonale e hipertensão pulmonar, cardiopatia hipertensiva, síndromes coronarianas, valvopatias, miocardiopatias e pericardiopatias, doenças da aorta, dos grandes vasos e fístula arteriovenosas, arritmias cardíacas, cardiopatias congênitas no adulto, prótese valvares e dispositivos cardíacos implantados, doenças cerebrovascular doença renal crônica, hemoglobinopatias, obesidade mórbida e cirrose hepática.

Serão consideradas pessoas com deficiência permanente aqueles que apresentam uma ou mais das seguintes limitações: limites motores que causem grande dificuldade ou incapacidade para andar ou subir escadas; pessoas com dificuldade ou incapacidade de ouvir mesmo com uso de aparelho auditivo; pessoas com grande dificuldade para enxergar, mesmo com uso de óculos; pessoas com alguma deficiência intelectual permanente que limite as suas atividades habituais, como trabalhar, ir à escola, brincar, etc.

São consideradas imunossuprimidas as pessoas com doenças reumáticas imunomediadas sistêmicas em atividade e em uso de dose de prednisona equivalente ou maior que 10 mg/dia, ou recebendo pulsoterapia com corticóide e/ou ciclofosfamida; demais indivíduos em uso de imunossupressores ou com imunodeficiências primárias; pacientes oncológicos que realizaram tratamento quimioterápico ou radioterápico nos últimos 6 meses; e neoplasias hematológicas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

vinte − quatro =