Juazeirense e Bahia são multados pela FIFA por cláusula ilegal em contrato com Balotelli

1
Foto: Carlos Humberto/ Agência CH

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) multou os times do Bahia e da Desportiva Juazeirense por conta de uma cláusula no contrato do atacante Gustavo Balotelli. De acordo com o site Bahia Notícias, os clubes colocaram um artigo em que o Esquadrão de Aço necessitava ser informado sobre qualquer transação com o atleta. 

A entidade máxima do futebol descobriu o dispositivo quando Gustavo Balotelli foi cedido por empréstimo pela Juazeirense para o Apollon Larissa, da Grécia, em 2019.  A cláusula é ilegal, já que o Bahia foi envolvido como terceiro, ferindo o artigo 18 do Regulamento da Fifa sobre o status e a transferência de jogadores. O Esquadrão foi punido em 15 mil francos suíços (quase R$ 85 mil) e a Juazeirense em 10 mil (pouco mais de R$ 55 mil). As agremiações tentam parcelar esses valores.

A Fifa entendeu que Bahia e Cancão de Fogo não agiram de má-fé, o que levou a aplicação de uma sanção considerada mínima pelo erro no contrato.

Após o término do contrato de empréstimo, Gustavo, de 24 anos, assinou em definitivo com o Apollon Larissa até 2024. Porém, ele foi cedido até o ano que vem ao Arouca, de Portugal. Gustavo foi revelado nas divisões de base do Bahia, mas não conseguiu se firmar. Enquanto teve vínculo com o Esquadrão, ele foi emprestado ao Roasso Kumamoto e Nagoya Grampus, do Japão, e ao Ho Chi Minh City, do Vietnã. O atleta desembarcou na Juazeirense em 2019, após o seu vínculo com o Esquadrão expirar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome