Incidente no Rio Corrente termina com vereador Gilmar Santos e mais três detidos; 2º BIEsp diz que não houve discriminação

20

Ainda continua dando o que falar na cidade um fato ocorrido na noite de ontem (24) no CEU das Águas do Bairro Rio Corrente, zona oeste de Petrolina, que resultou na prisão do vereador Professor Gilmar Santos e mais três pessoas acompanhavam um espetáculo promovido pela Cia Biruta de Teatro. O evento fazia parte da Mostra de Artes Novembro Negro, que tinha como tema ‘Liberdade é não ter medo de brilhar’.

O incidente teve início quando uma equipe do 2º Batalhão Integrado Especializado de Policiamento (BIEsp) fez uma abordagem no evento, em busca de um suspeito. Os participantes do evento, no entanto, alegarem que os PMs agiram de forma truculenta ao realizarem a abordagem.

Relatos dão conta de que um músico, identificado por Márcio José, além de Karol Souza (da Associação das Mulheres Rendeiras) e o Poeta Nascimento teriam sido agredidos. Karol, ainda segundo informações, teria se recusado a entregar aos policiais o seu celular, já que estava registrando vídeos do espetáculo. O Professor Gilmar decidiu sair em defesa dos três e também foi detido. Todos foram levados à delegacia, em seguida liberados.

Em resposta ao Blog, o comandante do 2º BIEsp, André Luiz, justificou que o batalhão recebeu uma denúncia um homem trajando calça jeans e camisa do flamengo que estaria armado. Esse homem foi visto entrando no evento, que estava ocorrendo. “Inclusive, tomamos conhecimento agora que não tinha autorização para funcionamento”, destacou.

Ele informou que o suspeito foi localizado dentro do evento, trazido para uma área mais afastada para não atrapalhar os presentes, e após constatar que não estava armado, foi devidamente liberado. “A abordagem não teve nada a ver com pessoas do evento, mas dois integrantes do movimento foram indagar e inflamar uma situação crítica que acabou gerando a confusão”, ressaltou. Ele disse ainda que a postura de seus policiais é “estritamente técnica”, rechaçando comentários de que teria havido discriminação racial na abordagem. André Luiz reforçou a declaração ao mencionar que dois dos PMs envolvidos no incidente de ontem são negros, a exemplo de vários que integram o 2º BIEsp.

Câmara de Petrolina

Ao tomar conhecimento do ocorrido, o vereador e 1º vice-presidente da Câmara Municipal de Petrolina, Ronaldo Cancão, foi ouvir o comandante. A bancada de oposição, da qual Professor Gilmar faz parte, também enviou uma nota à imprensa manifestando solidariedade ao vereador e lamentando o ocorrido.

20 COMENTÁRIOS

  1. Esse Vereador e arrogante msm…Pensa que por conta de ser vereador pode tudo, Olha ai o que deu pra ele “A pulseira de Roberto Carlos “Algemas”….BIESp faz em Petrolina um Otimo trabalha e venho aqui em publico parabenizar o bello trabalho….Fui Vitima de um maloqueiro a mao armada semana passada e falei imediatamente com a BIESp pelo zap e eles foram muito rapidos Juntamente o GATi e prenderam o deliquente…Parabens as Policias .

  2. Pelo que eu soube a confusão começou por que uma menina estava gravando a abordagem e a polícia quis pegar o celular da menina. Até onde eu sei não há lei que proíba a gravação de uma abordagem policial. Então ao meu ver o policial agiu errado, e merece um puxão de orelha, provocou uma confusão por nada, deteve pessoas por nada.

    Sobre a histeria por suposto racismo, bem me calo por aqui, tem muita histeria e nada plausível de debate.

      • Confiscar um celular que não por via de autorização judicial é ilegal, a pessoa tem todo o direito de questionar a ação da polícia e não entregar o celular.

        E me parece que você não leu o texto, pois o texto fala do mesmo relato que tomei conhecimento.

        • A polícia mesmo acaba de lançar nota dizendo que os PMs foram agredidos após tentarem pegar o celular da garota. Polícia não tem papel legal de requerer testemunha e conduzir coercitivamente sem mandato judicial.

  3. O nobre vereador perdeu o senso das coisas, haja vista que até mesmo sua atuação como docente hoje é bastante questionada , e notem que ele era um professor por excelência.
    A política vem o deixando cego, professor o que o senhor tem para fazer é refletir sobre sua vida e observar em que o senhor se transformou.
    Cuidado pois o discurso fica fadado mas a sua profissão se configura em um investimento de vida.

  4. Me solidariso com os policiais, que foram fazer uma abordagem e foram agreditos pelos que estavam no local. Quem reage a uma simples abordagem da policia é no minimo suspeito. É vergonhoso ver um baderneiro vereador como Gilmar, que ao inves de apoiar a ação da policia para a propria segurança dos que estavam no local vai cobtra a PM. Parabens a policia e cadeia no cereador.

  5. Esse pessoal ai deve tá revoltado por que o biesp faz ÓTIMO trabalho em Petrolina. Esquerdista fala tanto em progresso, mas odeiam quando o progresso é feito. Nunca a violência foi tão combatida em nossa cidade.

  6. Baby, violência combatida? Todo dia escuto alguém que teve a casa arrobada e seus pertences roubados, todo diaazinha e principalmente no Residencial Jardim São Paulo, a luz do diaa. Cadê o Biesp na região? As polícias? Sei não viu

  7. Triste ver comentários de pessoas exaltando a ação da polícia.
    Os policias foram desrespeitosos sim. Eu estava no local e presenciei.
    Vocês que estavam de fora e são bom em criar um discurso de vitimização, espero que a vida mostre pra vocês o que é ter a dignidade violada . Caso isso venha a acontecer, voltem a ler seus comentários.

  8. Vivíamos um estado de Mimimi e de vitimização no intuito de esconder seus maus feitos. Graças a Deus esse tempo acabou. O PT nada fez pelo país quando esteve no poder por 16 longos anos. (Temer chegou ao poder pelas mãos do PT) A única coisa o qual o PT fez foi usar e dividir as pessoas por cor, opção sexual e até escolaridade. O PT sempre usou as pessoas principalmente as mais carentes. Como foi dito por ex procurador. “O PT é uma organização criminosa. “

  9. Eu lí várias matérias no dia de hoje relacionadas a esse ocorrido em quase rtodos os blogs. Uma coisa eu percebi: todas as narrativas falam que “a polícia foi agredida.” Agora me vem uma pergunta: se os envolvidos na abordagem realmente estivessem certos, por que as IMAGENS gravadas no celular pela “moça franzina” não foram divulgadas? Se a polícia (segundo eles) está tão errada, por que as imagens gravadas não viralizaram até agora na internet? Petista raiz e que se preza faz muito bem isso… Se houve agressão por parte dos policiais, por que o BO não foi divulgado contra eles? Se o Vereador é de fato Delegado dos DH (conforme li em várias matérias relacionadas) por que esse não apresentou provas e testemunhas consubstanciando sua tese de defesa? Não adianta só ficar no discurso, têm que comprovar o que se diz! Parabéns aos nossos bravos policiais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

5 + vinte =