Gestores de escolas enviam carta ao secretário de Educação de Petrolina e criticam falta de diálogo

4

carta_432x600O Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp) divulgou hoje (11) uma carta dos gestores das unidades de ensino ao secretário de Educação, Heitor Bezerra Leite.

O documento é uma resposta a um artigo em que o secretário pede que os servidores voltem às salas de aula, mesmo sem esquecer as discussões pós-greve.

Na carta, os gestores esclarecem que as aulas foram retomadas conforme decidido em assembleia e que a categoria aguarda decisão do Poder Executivo em relação ao projeto que trata do reajuste salarial dos servidores.

Finalizando o documento, os gestores fazem questão de esclarecer que a falta de diálogo com a Secretaria Municipal de Educação teria contribuído para o movimento grevista.

4 COMENTÁRIOS

  1. Finalizando a carta, os gestores garantem os duzentos dias letivos aos alunos, e afirmam que o secretário é aliado dos gestores e professores e esperam que ele dialogue com o executivo em favor dos profissionais em educação!!!

  2. Acredito que Petrolina é o único Município do país a ter como Secretário de Educação um Coronel das forças armadas. Pelo tratamento do prefeito com os professores, é fácil entender porque ele indicou logo um Coronel para gerenciar a educação no município.

  3. que peste que coronel leite esta fazendo ai ele tem uma aposentadoria especial do exército brasileiro não precisa mais trabalhar ,não tem filhos pequeno para dar pensão , ele está tirando a vaga quem precisa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome