Geraldo Miranda rebate críticas de professor sobre PMSB e garante que nunca se recusou a atendê-lo na AMMA

0
Foto: Blog do Carlos Britto

O diretor-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente (AMMA), Geraldo Miranda, não poupou críticas ao professor, pesquisador e geógrafo David Silva, durante o encontro de ontem (29), na Fundação Nilo Coelho, que tratou da elaboração do novo Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB) de Petrolina. David contestou veementemente os estudos acerca do novo PMSB, chegando inclusive a interromper o discurso do prefeito Miguel Coelho.

Primeiro, Geraldo afirmou que se o professor se diz um profundo conhecedor do assunto e tem nível superior, deveria ter se portado de acordo com o ambiente. Depois, o gestor da AMMA minimizou o comparativo feito por David entre o plano de saneamento elaborado em 2011 (no governo do então prefeito Julio Lossio) e o PMSB que está sendo construído.

O que está sendo proposto não é um comparativo com o governo passado, nem com o governo pra frente, nem sobre o trabalho da Compesa. O que está se propondo é a construção de um plano, para que aí, sim, a gente possa fazer as correções e as melhorias que a cidade precisa”, argumentou Geraldo. “Se ele (David) tem toda essa gama de conhecimentos, ele deveria usar de uma forma bem diferente, e não simplesmente vir tumultuar”, cutucou.

Geraldo rebateu ainda a afirmação do professor, sobre tê-lo procurado na AMMA e não ter sido recebido. “Nunca aconteceu isso. Quem me conhece, as pessoas que sabem do meu sistema de trabalho, sabem que minha porta nem fechada é”, assegurou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome