Geddel não descarta alianças nem com o DEM ou o PT

por Carlos Britto // 27 de janeiro de 2009 às 13:02

Do DEM ao PT, a aliança que o PMDB buscará em 2010 na Bahia ainda é uma incógnita. Este foi o posicionamento do ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima, em entrevista, nesta segunda, 26, em uma rádio local. “As alianças de segundo turno, normalmente, acontecem com pessoas que têm pensamento diferente dos nossos, foi o caso do segundo turno em Salvador. Aquela foi uma aliança que termina ali e não tem necessariamente vinculação com 2010”, disse. O ministro não descarta, porém, a possibilidade de unir-se aos Democratas, mas evita falar da possibilidade de sair candidato com o deputado ACM Neto (DEM) como vice. Isso porque, para Geddel, a possibilidade de reeditar a dobradinha com o PT que levou à vitória de Jaques Wagner também não está descartada. “Vamos avaliar, se as propostas estão em sintonia, como estivemos em 2006 e no momento certo é que vamos discutir, vamos tratar deste assunto sem polêmica”, completou.

Geddel não descarta alianças nem com o DEM ou o PT

  1. Lucas Belfort disse:

    Um apoio de Gedel é algo pra se pensar, não se pode negar a sua força na política baina, mas também a sua volatiedade, já esteve em muitos grupos políticos e sempre busca o melhor pra si.

  2. ricardobanana disse:

    Gedel vai passar por cima do PT e será o próximo governador da Bahia.
    Vagner é muito frago, não tem capacidade de articulação e só se elegeu governador por que Gedel deu de mão beijada……………

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.