Evento do PMDB começa daqui a pouco com Jarbas em Petrolina

por Carlos Britto // 22 de março de 2009 às 08:12

Daqui a pouco, o PMDB de Pernambuco promove o seu Encontro Regional aqui em Petrolina.

O evento reunirá lideranças do São Francisco, Araripe e Sertão Central. Também já confirmaram presença os prefeitos de Araçoiaba, São Bento do Una, Moreno e Abreu e Lima.
Com início previsto para ás 09 a abertura será feita pelo presidente estadual do PMDB. Em seguida, o assessor do senador Jarbas Vasconcelos, Cláudio Marinho, irá falar sobre as ações da União por Pernambuco na região.

O próximo a falar será o deputado federal Raul Henry, seguido do prefeito de Petrolina, Júlio Lóssio.
O evento se encerrará por volta das 13h, após discurso de Jarbas Vasconcelos.

Evento do PMDB começa daqui a pouco com Jarbas em Petrolina

  1. Dácio Martins Dias disse:

    Prezado Carlos Britto,

    Aproveito a visita do eminente senador Jarbas Vasconcelos, que esteve ausente do palanque político do seu neófito correligionário, eleito pela vontade soberana do povo de Petrolina, prefeito da nossa cidade, no entanto, não se faz de rogado em esgrimir a eleição do mesmo como uma das destacadas vitórias do PMDB, sob a sua liderança, em Pernambuco, para fazer-lhe, de público, uma pergunta: – qual a atitude do senador Jarbas Vasconcelos, então governador de Pernambuco, hoje paladino da moralidade, outrora um destemido lutador pelo restabelecimento da democracia em nosso país, quando o então chefe do DETRAN/Petrolina, o Sr. Rui Amorim, encaminhou aos seus superiores hierárquicos e ao governo denúncias de corrupção na realização de exames de motorista em nossa cidade? Apurou as responsabilidades ou demitiu sumariamente o denunciante? É importante ressaltar que ninguém mais que o próprio governador da época, conhecia a luta e a história do Sr. Rui Amorim! Ele foi eleito em 1976, o primeiro vereador de oposição em Petrolina, filiado ao MDB e posteriormente ao PMDB por mais de três décadas. Companheiro de lutas e fiel escudeiro, quando poucos ousavam receber nesta cidade, hoje tão ilustre visita, o Sr. Rui e outros bravos companheiros, recebiam, com mais frequência, o Sr. Jarbas Vasconcelos!
    Dácio Martins Dias
    Advogado

  2. Evita disse:

    Evita disse:

    22 de março de 2009 às 19:50

    Prabéns Dr. Dácio pela lembrança deste fato lamentável. Rui Amorim era o chefe do Detran Petrolina, era aliado do Senador Jarbas Vasconcelos, na época Governador de Pernambuco.
    Foi sumáriamente demitido,por ele,
    porque denunciou fatos irregulares . É preciso de vez em quando rememorar os fatos, mesmo quando eles nos envergonham.
    Este homem que hoje posa para toda imprensa brasileira, clamando moralidade, chamando a atenção para o combate à corrupção ( o que é de fato necessário) demitiu o seu Diretor na época, porque ele falou demais. Bom também é lembrar o perfil de Rui Amorim. Inteligente, extremamente coerente. Nunca negou a sua história, fez política com paixão e com amor. Foi como o seu aliado Jarbas, fundador do MDB.
    Foi descriminado por sua opção política, aqui, na época.Era quem recepcionava Jarbas nesta cidade.

    Tem uma hisória que o deve orgulhar, que o então governador Jarbas
    a manchou com as cores de uma demissão, a única de sua vida, em inúmeras funções que ele exerceu em sua vida pública.
    É um homem de mãos limpas. Senador Jarbas, combater a corrupção é obrigaçao de todo homem público, seja ele governo ou situação.
    Por que o Sr. não quis combater a corrupção quando era Governador, a ponto de demitir o Sr. Rui Amorim ???
    E agora torna-se um guardião da Moral???

  3. nanuca disse:

    Muito bem lembrado estes fragmentos da ação política de Jarbas Vasconcelos. Apenas alguns detalhes eu gostaria de acrescentar: O Rui Amorim, enfrentou o poder aqui justamente na época quando a revolução advinda de 1964 estava com toda força. Naquela época, somente pessoas com a fibra e, acima de tudo, com a coragem de Rui enfrentavam aquela situação. Vivenciaram bem isto os advogados José Valter Lubarino e Carlos Alberto Possídio. Conversem com eles. Naquele tempo a perseguição era inclusive compreendida por boa parte da população, cuja formação admitia que quem estava no governo tinha que usar o poder absoluto, inclusive o dinheiro público em benefício dos poderosos e que os demais a ele deveriam render homenagens. Pois bem o Jarbas, como governador, preferiu demitir o seu grande apoio, desde o tempo da excessão, aqui no Sertão (Rui) a deixar de preservar seus aliados que ocupavam a direção geral da Ciretran em Recife. A grande corrução não era aqui, era lá mesmo e foi contra toda esta corrução que o Rui insurgiu. Então amigos o Jarbas não tem moral para pousar de correto. O Rui era presidente do PMDB e o jarbas nada fez para evitar que se usurpasse a presidencia do partido aqui, naquelq época. Tomaram-lhe a presidência do PMDB, tudo como consequencia da postura séria de Rui. Esta mania de querer pousar de bonzinho, apelando para a falta de memória nas pessoas não funciona mais. Até o nosso prefeito atual, em quem eu votei, usou a estratégia de omitir o nome de jarbas durante a campanha, para que não se fizesse a nefasta ligação entre os dois. Em outras palavras, enganou o eleitorado que não votaria nele se sentisse tal ligação. Vamos então prestar mais atenção ao comportamento desta gente para não votarmos errado na próxima.

  4. nanuca disse:

    Brito veja a computação dos comentários não está bem. Aonde está comentário zero tem comentário. Aonde tem dois foi computado apenas um.

  5. antonio carlos souza disse:

    Na história muita gente gosta de pousar de heroi e como diz os sabios o melhor a fazer e ouvir as duas partes, principalmente quando o assunto envolve a política e a questão envolvendo o opositor pior ainda, alguem já viu político falar bem de adversário eu nunca. o importante e não misturamos as coisas pessoais com as coisas políticas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *