Equipe de Petrolina sagra-se campeã em 1ª Copa de Handebol

7

DSC07645O Clube Petrolina de Esportes sagrou-se campeão, neste final de semana, da 1ª Copa Petrolina de handebol. O evento, que reuniu 15 equipes masculinas e femininas de nove cidades da Bahia, Pernambuco, Alagoas e Maranhão, aconteceu de sábado (5) a segunda-feira (7).

Organizada pela Secretaria de Educação, por meio da Secretaria Executiva de Esportes, a competição também foi promovida pelo Clube Petrolina de Esportes. A quadra ficou lotada durante os dias do evento, que teve como destaque atletas da seleção brasileira, que atuaram pelo Maranhão. Petrolina foi representada pelo Clube de Esportes – campeão tanto no feminino, como no masculino. (foto: Ascom Seduc/PMP divulgação)

7 COMENTÁRIOS

  1. Título merecido pela equipe masculina que foi superior a adversária, mas manchado pela selvageria que houve na final. Não é a primeira nem a segunda vez que isso acontece. Presenciei brigas e agressões covardes aos atletas da equipe do Maranhão. Não vi atletas na equipe do Petrolina e sim gladiadores, pessoas mal intencionadas, despreparadas e sem espírito esportivo! Nada justifica a pancadaria que vi. Me sentir envergonhado e enojado com tudo. O Handball da nossa cidade não pode ser referenciada com a postura de um time que tem a violência como princípio. Petrolina já teve jogador na seleção disputando uma olimpíada, portanto não merece um representante com esta postura! Que os atletas e a comissão técnica possam refletir e mudar o comportamento em quadra para nós orgularmos em sermos campeões, pois o espírito e as atitudes não são de um time campeão.

  2. Se você viu gladiadores dentro de quadra, tem que ter orgulho disso. Pois os Atletas do Clube Petrolina não são covardes como outros, que querem respeito com a violência. Handebol é um esporte de contato, e se o contato é visto por você como Violência melhor mudar de esporte. Temos orgulho de ter atletas da nossa cidade que já jogou pela Seleção Brasileira, e respeitamos isso. Agora não venha julgar uma parte pelo todo, pois o Petrolina foi superior o jogo todo, e foi um espetáculo para quem estava nas arquibancadas. Nosso time, é um time campeão, com espirito de gladiador.

  3. Diante do ocorrido é de fatos outros não somos e jamais seremos taxados de tal expressões baixas e desnecessárias. Somos clube Petrolina de handebol essa é a nossa casa aqui para vencer de nós tem que ter muito mais do que caô e xaveco. Vc que escreveu isso não sabe da metade do que se passa dentro de uma quadra, isso não é campo de batalha muito menos ringue mas também não devemos ser postos a prova de tudo, inclusive apanharmos. Agradecemos as pessoas que nós apoiaram nós prestigiaram, digo sim somos os representantes legais de Petrolina assim como qualquer equipe pode dermas antes de mais nada deve-se amar nossa cidade honrar o nome do handebol e ser guerreiro, batalhador e amar essa modalidade, obrigado a vc que se preocupou em lembrar do clube Petrolina de Handebol

  4. A primeira regra de quem critica é se identificar, mas tudo bem!!!
    De fato houve uma confusão, logo contornada e tomadas as providencias para que a segurança e integridade dos atletas e torcedores da equipe do maranhão, fosse garantida.
    O nobre critico não identificado deve ter presenciado não só o ato de selvageria segundo ele. Esquece do momento de fé e paz celebrado pelas duas equipes antes do reinicio do jogo, mas para esse critico não identificado isso não importa, pois ele deve ter feito parte dos que vaiaram logo após a oração feita em comunhão pelas duas equipes. Isso sim deve ter feito o nobre critico ficar enojado.
    Ao nobre critico não identificado, lembro que muito antes desse episodio, outra equipe da cidade foi punida, pelo motivo que você alega e impedida de jogar uma final de campeonato na cidade por conta disso.
    O nobre critico, deve fazer parte dos torcedores de petrolina que torcem contra a equipe de sua própria cidade.
    Sinto muito por você que não conhece os fatos do passado…..

    Sinto muito por você e cito:

    Quem foi que falou

    Que eu não sou um moleque atrevido

    Respeite quem pode chegar Onde a gente chegou

    Também somos linha de frente de toda essa história

    Não se discute talento. Mas seu argumento, me faça o favor

    Respeite quem pode chegar onde a gente chegou

    E a gente chegou muito bem Sem a desmerecer a ninguém

    Enfrentando no peito um certo preconceito e muito desdém

    Hoje em dia é fácil dizer Que esse time é nossa raiz

    Tá chovendo de gente que fala da gente e não sabe o que diz

    Por isso vê lá onde pisa

    Respeite a camisa que a gente suou

    Respeite quem pode chegar onde a gente chegou

    E quando pisar no terreiro Procure primeiro saber quem eu sou

    Respeite quem pode chegar onde a gente chegou……

  5. Prezados, inicialmente gostaria de reafirmar:
    1 – A equipe campeã mereceu a vitória, pois jogou melhor que todos;
    2 – É a melhor equipe de Petrolina e região há algum tempo por merecimento e esforço de todos;
    3 – Merece sim o respeito e reconhecimento de todos petrolinenses e principalmente dos atletas e amantes do handball.
    Por isso mesmo, não é concebível uma postura covarde que praticamente todo o tive teve (principalmente o 10 e o 6) de revidar com violência extrema contra todo o time adversário, encurralando-o no fundo da quadra, devido a um lance isolado entre dois jogadores. Não vi, em momento algum, ninguém apaziguar os dois envolvidos e sim partir para agressão desleal. No handball há sim contato, mas violência e atitudes bárbaras e covardes não. Defender um amigo de time não é partir para briga de imediato, é resolver a situação punindo dentro das regras do jogo o infrator. Como vcs acham que os patrocinadores vêem o evento com esta violência que aconteceu? Acham que é bom ver sua marca vinculada a brigas, agressões e barbárie?
    Por isso, não devem me cobrar identificação, pois falo em nome de vários torcedores que lá estavam e comungam da mesma opinião. Reflitam e cheguem as suas conclusões. Sim, torci por vcs como bom petrolinense.
    Boa sorte a todos!

  6. Caro Fiscal (de que?)

    O pedido público de desculpas do Clube Petrolina foi feito no exato momento em que a partida recomeçou e deu-se continuidade ao espetáculo, tendo os agressores (seja no CPHB ou do Holanda/GHC) punidos e excluídos do mesmo.
    Enquanto organizador da competição fico triste de ter que voltar a este assunto, pois tenho certeza que esse detalhe não manchou e nem marcou em nada o brilho da competição que teve presença de 4 estados do nordeste e nível técnico elevado.
    TODOS os nossos apoiadores ficaram maravilhados com a grandiosidade da competição e nível de organização! E ratificaram a parceria para eventos futuros.

    TODAS as equipes participantes elogiaram a competição da limpeza dos banheiros até as atitudes de árbitros em quadra, com promessa de retorno no próximo ano(SIM TEREMOS A SEGUNDA EDIÇÃO)!

    Por fim, agradecemos a sua presença no ginásio e torcida pelas equipes da casa, fizemos este e faremos os próximos para vocês torcedores e atletas. que amam como nós o Handebol. Caso queira colaborar conosco, toda ajuda é sempre bem vinda! fique a vontade!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome