Encontro para debater desenvolvimento da agricultura familiar reunirá em Juazeiro representantes da ONU e líderes rurais de sete países

1

Representantes de agências ligadas à Organização das Nações Unidas (ONU) e organizações que trabalham com o desenvolvimento da agricultura familiar na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai, Peru e Uruguai, participarão em Juazeiro (BA), entre os dias 17 e 19 de setembro, do 1º Encontro de Líderes Rurais e Gestores de Projetos FIDA no Mercosul Ampliado. O evento acontecerá no Grande Hotel e reunirá, além de autoridades locais, gestores dos projetos e programas financiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) nestes países e no Brasil.

Ao todo, 80 pessoas participarão de painéis e debates sobre agricultura familiar e farão visitas a comunidades rurais atendidas pelo projeto Pró-Semiárido na Bahia, que é uma ação executada pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) através da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) por meio de acordo de empréstimo entre o Governo do Estado e o Fida.

Segundo a assessoria, virão à cidade baiana representantes de 18 entidades de vários países. Do Brasil estão confirmados o FIDA nacional, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA Brasil), Confederação Nacional dos Trabalhadores Rurais (Contag), Articulação Nacional do Semiárido Brasileiro (ASA), Fundação Arthur Bernardes, Universidade Federal de Viçosa, e os projetos apoiados pelo FIDA na Bahia (Pró-Semiárido), Piauí (Viva o Semiárido), Sergipe (Dom Távora), Paraíba (Procase), Ceará (Paulo Freire), e o Projeto Dom Helder Câmara 2, nos estados de Sergipe, Pernambuco, Piauí, Ceará, Paraíba, Rio Grande do Norte.

Já entre as entidades internacionais estão confirmadas a Associação de Mulheres Rurais do Uruguai, a Comissão Nacional de Fomento Rural do Uruguai, a Confederação Camponesa do Peru, a Organização Nacional Camponesa do Paraguai, o Movimento Unitário Camponês e Etnias do Chile, a Coordenadora de Integração de Organizações Econômicas Camponesas da Bolívia e a Federação Agrária Argentina.

Participam também membros das equipes do FIDA na região e os Projetos financiados pelo FIDA no Uruguai, Projeto Piloto de Inclusão Rural, do Paraguai; o Projeto Melhoramento da Agricultura Familiar Camponesa e Indígena, do Paraguai e o Projeto Paraguai Inclusivo, além dos Projetos argentinos Programa de Inserção Econômica dos Produtores Familiares do Norte Argentino, Programa de Desenvolvimento das Cadeias Caprinas e Programa de Desenvolvimento Rural Inclusivo.

Para a abertura do Encontro, estão confirmadas as presenças do chefe do Centro de Conhecimento e Cooperação Sul-Sul e Triangular do FIDA Brasil, Claus Reiner; o representante do IICA Brasil, Hernán Chiriboga; o secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado de Pernambuco, Dilson Peixoto; o diretor geral da Embrapa Semiárido, Pedro Gama; a coordenadora do Programa Semear Internacional, Fabiana Viterbo; o diretor-presidente da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional da Bahia (CAR), Wilson Dias; e o presidente da Fundação Luís Eduardo Magalhães, Francisco Américo Neves de Oliveira.

Um dos objetivos é o fortalecimento da troca de experiências entre os projetos financiados pelo FIDA nos sete países participantes com o intuito de melhorar a qualidade do diálogo com representantes de organizações da agricultura familiar camponesa, funcionários do FIDA e gestores de projetos do FIDA nos países, fortalecendo as relações institucionais para alcançar melhores resultados das operações financiadas pelo FIDA nos países.

Visitas

Para as visitas a comunidades rurais atendidas pelo projeto Pró-Semiárido, na Bahia, a comitiva se dividirá em grupos. Cada um conhecerá uma das iniciativas selecionadas como a Coopercuc, na cidade de Uauá, que se destaca por um trabalho em processamento de frutas nativas; Casa Nova, com quintais produtivos; Massaroca, que também tem desenvolvida a técnica de quintais produtivos, reuso de água cinza, avicultura e processamento de ovos; Sobradinho, com fruticultura irrigada. Além disso, serão visitadas as instalações e campos de pesquisa da Embrapa Semiárido. O evento é uma realização do FIDA, Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), Programa Semear Internacional, Confederação de organizações de produtores familiares do Mercosul ampliado (Coprofam), Programa FIDA Mercosul Claeh, e Governo da Bahia (por meio do Projeto Pró-Semiárido).

1 COMENTÁRIO

  1. Acho uma boa iniciativa para as famílias rurais, já passou da hora do governo olhar para o campo , os produtores precisar de apoio do governo como credito e juros mais baixos e um sistema de garantia para a vendas de seus produtos juntos com as prefeituras dos seus municípios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome