Em reunião na Fiepe, Miguel Coelho anuncia projetos e detalha novo Plano Diretor de Petrolina

5
(Foto: CLAS Comunicação/Divulgação)

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, anunciou na terça-feira (12), durante reunião do Conselho Empresarial da Unidade Regional Sertão do São Francisco (URSF) da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe), uma série de projetos, obras e melhorias que ele pretende executar nos próximos dois anos.

Entre as ações previstas estão a construção de dois viadutos na Avenida 7 de Setembro, novos Distrito Industrial e Ceape, a revisão de áreas urbanísticas ainda não utilizadas, além de obras de asfaltamento e recapeamento que devem ser concluídas este ano. Algumas das propostas do novo Plano Diretor têm chamado a atenção dos empresários, que elaboraram – através da Fiepe, Sinduscon/PE e Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Pernambuco (Ademi) – uma nota técnica indicando alguns contrapontos que, segundo eles, podem brecar o desenvolvimento econômico da região.

Entregue pelo diretor da unidade regional da Federação, Albânio Nascimento, o documento discute a verticalização da cidade, tamanhos dos loteamentos e vilas, mobilidade urbana, adensamento da Petrolina antiga, orla e centro comercial. Na ocasião, Albânio enfatizou a importância de uma melhor análise desses pontos por parte da prefeitura, e disse estar confiante na sensibilidade de Miguel Coelho.

A prefeitura contratou uma empresa para fazer o Plano Diretor da cidade, ou seja, renovar e readequar o nosso [plano] já existente à realidade atual. Essas discussões já vêm desde o ano passado e nós já estivemos conversando com a equipe da empresa em quatro momentos. Agora estamos na fase final, e eles estão nos apresentando o novo documento. Acontece que nós consideramos que essa proposta não está de acordo com a realidade de Petrolina, e, por isso, estamos constantemente em diálogo com o prefeito e as secretarias para solucionar o impasse”, disse.

Miguel Coelho ouviu as demandas dos empresários e disse que seu governo tem buscado atendê-las de acordo com as prioridades e possibilidades da prefeitura. Ele citou como exemplos a desburocratização do licenciamento ambiental, virtualização dos trâmites das secretarias e a ampliação das parcerias público-privadas. “Nós estamos ouvindo todos os setores de Petrolina e, tendo o apoio da Fiepe, com seu conhecimento logístico, nós vamos conseguir fazer cada vez mais”, pontuou.

Autorização

O prefeito informou ainda que o município espera a autorização do TCE-PE para lançar editais visando à construção de um parque de energia solar e o matadouro público. “Outro projeto que vai ampliar nossos horizontes é o novo perímetro de irrigação Osvaldo Coelho (antigo Pontal), que vai fortalecer o potencial agrícola de Petrolina com a oferta de mais 33,526 hectares”, concluiu.

Estiveram na reunião, além do prefeito, secretários municipais e conselheiros da Casa da Indústria, o gestor da 3ª Superintendência da Codevasf, Aurivalter Cordeiro, o presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), Manoel Vilmar, e o diretor do Sest/Senat, Wagner Mororó. A próxima reunião do Conselho Empresarial da unidade regional da Fiepe será no dia 13 de março. (Fonte: CLAS Comunicação)

5 COMENTÁRIOS

  1. Aja dinheiro para contratar esta empresa de Plano Diretor da cidade,se for como as empresas que vieram para melhorar o trânsito de Petrolina é um meio do dinheiro evaporar sem fiscalização.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome