Em reunião com presidente da Facape, Antonio Coelho promete somar esforços para trazer curso de Medicina

3
Foto: Ascom Facape/divulgação

Quem fez uma visita ontem (17) ao presidente da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape), Professor Antonio Habib, foi o deputado estadual eleito Antonio Coelho (DEM). Além de parabenizar Habib pela recondução ao cargo, Antonio deliberou sobre assuntos pertinentes à nova gestão da Facape, que tem como um dos principais projetos a implantação do curso de medicina na Autarquia.

Habib apresentou ao parlamentar detalhes de como está, no momento, o processo de implantação do curso. O professor reforçou também a necessidade de apoio para dar continuidade aos trâmites para abertura da graduação, que segundo projeções, deve iniciar a primeira turma em 2020.

Antonio Coelho comprometeu-se, a partir do momento em que assumir o mandato a partir de fevereiro, em somar esforços para agilizar a implantação do curso, o que empolgou Habib. “Ter o incentivo do deputado nos deixa ainda mais otimistas quanto à viabilidade do curso (…) é um jovem preparado que chega com ânimo e disposição para trabalhar por Pernambuco e que, certamente, fará um trabalho exitoso no seu mandato“, pontuou.

3 COMENTÁRIOS

    • Prezado Amaral, muito importante e oportuno esse seu questionamento, que nos permite esclarece-lo para todos os que têm essa dúvida. Em resposta, informo-lhe que temos conhecimento da portaria sim , contudo, ela diz respeito apenas às IES Federais e privadas, os cursos das Autarquias municipais de Ensino Superior são autorizados e regulados pelo Conselho Estadual de Educação, portanto, a portaria do MEC que suspende a abertura de novos cursos de medicina por 5 anos não nos atinge.
      Ainda para esclarecimento, somente no Estado de São Paulo existem onze Autarquias municipais com o curso de medicina autorizado pelo CEE/SP, como também nos estados de Santa Catarina e de Goiás.
      Petrolina, Garanhuns e Belém do São Francisco são os municípios pioneiros no Estado de Pernambuco a pleitearem o curso de medicina junto ao CEE/PE, para tanto, queremos e precisamos contar com o apoio de todos, afinal, a Facape é um patrimônio do Vale Sanfranciscano, destacando-se aí, o município de Petrolina.
      Caro Amaral, espero ter esclarecido a sua dúvida, porém, caso necessite de outros esclarecimentos, por favor procure-nos na Facape, teremos toda satisfação em atende-lo
      Muito obrigado e um forte abraço!

  1. É só pra enganar a população, pra dizer que estar fazendo alguma coisa. É até bom não criar esse curso na facape, por que ultimamente estão formando médico de qualquer jeito nessas universidades particulares. As particulares só querem saber se a mensalidade está em dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome