‘Efeito Marília’ começa a provocar demissões de comissionados em Serra Talhada

por Carlos Britto // 26 de maio de 2022 às 07:40

A disputa política começa a fazer baixas em Serra Talhada (PE) no Sertão do Pajeú, Ontem (25), o coordenador da Ciretran, João Duque Filho, o ‘Duquinho,’ foi exonerado do cargo após aderir à pré-candidatura de Marília Arraes (SD) ao Governo de Pernambuco.

Nos próximos dias serão demitidos cargos comissionados em outras repartições. Duquinho era o presidente do PSB na Capital do Xaxado, e decidiu aderir à oposição, em bloco, com o ex-prefeito Carlos Evandro. O curioso é que ‘Carlão’ tomou a decisão apenas pensando em sua família.

“Tomei esta decisão por minha família. O deputado Fabrízio Ferraz é o genro do meu filho Cacá. Ele apoia Marília e decidi apoiá-la. Agradeço ao governador Paulo Câmara pelo espaço que me concedeu. Imediatamente mandei meu filho Cacá entregar o cargo na Secretaria de Agricultura”, disse o ex-prefeito.

A decisão do grupo ‘carlista’ leva Duquinho para um reencontro com o irmão, Luciano Duque, que vai se abraçar com o deputado Sebastião Oliveira. Por enquanto, o fenômeno Marília Arraes, além de provocar demissões, obra ‘milagres’ unindo ex-desafetos na política de Serra Talhada. (Fonte: Farol de Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.