Diretor-presidente da Vigilância Sanitária de Petrolina alerta população sobre golpes pelo WhatsApp

por Carlos Britto // 11 de maio de 2021 às 20:59

Golpes através de aplicativos de mensagens estão se tornando rotineiros, e em Petrolina não é diferente. O alvo, desta vez, foi a Agência Municipal de Vigilância Sanitária (AMVS). Nesta terça-feira (11), uma pessoa se passou por funcionário do órgão para tentar ter acesso a uma rede social de conversas instantâneas.

De acordo com o diretor-presidente Marcelo Gama, a AMSV não age dessa forma. “A pessoa entrou em contato com um veterinário e utilizou termos técnicos para dar orientações sobre os cuidados relacionados à pandemia. No entanto, nós não realizamos esse tipo de trabalho. No final da conversa, a pessoa diz que enviará um código de SMS para que a assistência seja validada. A vigilância nunca agiu dessa forma“, alerta.

O estelionatário não conseguiu copiar o contato da pessoa que recebeu a ligação porque o profissional ficou desconfiado ao ser informado que receberia um SMS e, após ter acesso ao código, seria necessário repassar a informação pelo WhatsApp. “Fiquei desconfiado quando pediram para enviar o código que iria receber no aplicativo. Nesse momento percebi que poderia ser um golpe e não fiz o que haviam solicitado“, afirmou veterinário.

A Agência de Vigilância Sanitária reforça à população que não realiza ligações para atualizar cadastros ou dar orientações relacionadas à pandemia. Os contatos oficiais da instituição são o (87) 3864-3738 e o DIG SAC, plataforma em que o contribuinte consegue interagir com o servidor da AMVS pelo WhatsApp (87) 9 9110-7667.

Diretor-presidente da Vigilância Sanitária de Petrolina alerta população sobre golpes pelo WhatsApp

  1. Rubens disse:

    Péssimo serviço. Esse telefone 3864-3738 ninguém atende. Pq vcs não voltam presencialmente?
    Lamentável isso e nós que pagamos o pato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *