Diplomação dos eleitos marca tarde política em Pernambuco

por Carlos Britto // 19 de dezembro de 2022 às 19:00

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) diplomou nesta segunda-feira (19), no Teatro Guararapes, no Centro de Convenções, em Olinda, as primeiras mulheres eleitas para gerir o Estado pelos próximos quatro anos: as futuras governadora, Raquel Lyra (PSDB) e a vice, Priscila Krause (Cidadania). Além de Raquel e Priscila, foram diplomados 49 deputados estaduais, 25 deputados federais e a nova senadora eleita Teresa Leitão (PT).

A solenidade registrou um momento de tensão quando parte da plateia cantou o jingle do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva, na hora em que o desembargador citou a vitória da também petista Teresa Leitão. Houve xingamentos entre apoiadores dos dois lados (petistas e bolsonaristas) e o presidente do TRE pediu respeito.

A futura governadora, Raquel Lyra, ao lados dos filhos, recebeu o seu diploma de eleita das mãos do desembargador André Guimarães. O ex-governador e pai de Raquel, João Lyra Neto, também participou da entrega.

Em seguida, quem recebeu o diploma foi a futura vice-governadora Priscila Krause – tendo ao lado os filhos, o marido e o seu pai, também ex-governador de Pernambuco, Gustavo Krause – bastante emocionado.

Em uma eleição, onde mulheres foram eleitas para os três principais cargos estaduais, Teresa Leitão recebeu o diploma de senadora eleita, acompanhada do marido. Em seguida, seus suplentes, Sílvio Costa e Francisco Ferreira Alexandre também foram diplomados. Teresa recebeu algumas vaias de opositores do PT.

O desembargador André Guimarães perdeu a paciência e de forma mais dura cobrou respeito aos presentes e disse que este não era momento de manifestações políticas.

Diplomação dos eleitos marca tarde política em Pernambuco

  1. O POVO TÁ DE ÔLHO disse:

    Que Deus abençoe e guie a Governadora na sua importante missão de Governar Pernambuco. Quanto a transparência a nível Nacional não houve conforme demonstra o Relatório das Forças Armadas. No mais, em todo o Brasil, dos 513 Deputados Eleitos, somente 27 tiveram a maioria dos votos, o restante ficou por conta dos Partidos Políticos, que construíram uma engrenagem, onde os eleitos são sempre os mesmos, com exceção claro dos 27. No contexto de hoje, não sei qual realmente será o papel do Congresso, haja vista que o STF decide tudo, palavras de vários Deputados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.