Dias quentes em Petrolina exigem cuidado redobrado contra Aedes, alerta prefeitura

0
Foto: Jonas Santos/PMP SMS divulgação

Com a chegada dos dias mais quentes, a proliferação do mosquito Aedes aegypti (transmissor de doenças como a dengue, zika e chycungunya) aumenta em decorrência das altas temperaturas, que facilitam a eclosão dos ovos. Apesar da redução de 83% dos casos no ano de 2018, a Prefeitura de Petrolina reforça o alerta sobre a importância de redobrar a atenção, principalmente, com recipientes que podem se tornar criadouros do mosquito.

Qualquer local que acumule água parada, como vasos de plantas, latas, caixas d’água mal tampadas, pneus, calhas e até mesmo uma tampa de garrafa, pode virar um criadouro do mosquito. De acordo com a gerente de Endemias, Rânmilla Castro, a principal arma é a conscientização da população no combate ao Aedes aegypti.

No verão, as altas temperaturas agem a favor do mosquito, pois as condições são mais propícias à multiplicação. A nossa principal preocupação é com o foco domiciliar, porque é onde temos um índice maior de proliferação do Aedes aegypti. Diante disso, precisamos do apoio da população com alguns cuidados básicos, como não deixar água acumulada“, ressalta.

‘Sexta sem Aedes’

A Secretaria de Saúde continua desenvolvendo atividades contra o mosquito durante todo o ano, como a ‘Sexta sem Aedes’, que visita os bairros da cidade, priorizando os locais com maior índice de infestação, determinados pela pesquisa denominada Levantamento Rápido de índices para Aedes aegypti (LIRAa), feita bimestralmente. São realizados trabalhos como bloqueios e inspeções em casas, terrenos baldios e borracharias, além de trabalhos educativos com a comunidade. “A população não pode deixar de tomar os devidos cuidados em todas as estações do ano, o cuidado com o mosquito é compromisso de todos“, frisa a gerente de Endemias. As informações são da assessoria da PMP/SMS.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome