Deputada baiana se pronuncia na ALBA sobre morte do irmão do prefeito de Araripina

0
Foto: ALBA/divulgação

A deputada Jusmari Oliveira (PSD) lamentou ontem (3) o falecimento do médico Brancildes Júnior, ocorrido no domingo (2), em decorrência do novo coronavírus (Covid-19). Ele era irmão do prefeito de Araripina (PE), Raimundo Pimentel. Numa moção de pesar protocolada na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Jusmari declarou que, “com o coração devastado pela dor”, apresentou o documento pelo amigo, “um ser humano que só se dedicava a fazer o bem ao seu semelhante”.

O médico estava na linha de frente de combate à Covid-19, “se empenhando com muita coragem para salvar vidas. Acabou sendo vítima deste vírus terrível”, declarou. Brancildes foi transferido para Brasília, “onde lutou bravamente pela vida, mas não resistiu e faleceu”.

Ele foi um dos fundadores do UniSangue – o primeiro Centro de Hemodiálise do Oeste da Bahia. “Dr. Brancildes era a alegria em pessoa. Um homem honrado, um pai de família que criou seus filhos espelhados no seu exemplo, e hoje são também grandes médicos e terão a missão de dar continuidade ao trabalho do pai”, comentou a deputada, que estendeu seu abraço solidário a todos os familiares, filhos e à esposa Graça, “minha grande amiga e que está passando por um sofrimento profundo”.

Para Jusmari, “Dr. Brancildes é mais um herói que se vai, mas deixa o seu legado de amor, de fraternidade e, sobretudo, de fazer o bem ao ser humano. Barreiras e o Oeste Baiano perdem um grande médico, eu perco um grande amigo e sofro juntamente com toda a sua família. Que Deus conforte a todos em sua infinita bondade e que sua luz possa consolar os familiares e amigos”, declarou, consternada, a parlamentar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome