Depois de ficar frente a frente com governador, presidente do Sinpol-PE afirma que categoria poderá avançar com mobilização por melhorias

0
Foto: divulgação

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol-PE), Áureo Cisneiros, ficou frente a frente com o governador Paulo Câmara na última segunda-feira (3), durante cerimônia de nomeação de 405 novos agentes da instituição ocorrida no Centro de Convenções de Olinda. Ele aproveitou para cobrar mais uma vez do gestor a valorização desses profissionais, que colaboram para diminuir os índices de criminalidade no Estado. No entanto, a conversa parece não ter tido efeito.

Reiterei nossa intenção de investir no diálogo, mas diante da falta de sinalização por parte do governo e, de acordo com as últimas deliberações da nossa categoria, seguimos com a mobilização dos policiais civis de Pernambuco para a implantação de uma Operação Padrão”, declarou Áureo.

Ele lembrou ainda que no próximo dia 13/02 haverá nova assembleia da categoria para avaliação da postura do governo, o que pode acentuar o tom, inclusive, no período carnavalesco e paralisar os serviços da Polícia Civil (PC). “Não é isso que queremos, mas estamos no limite. Desde o ano passado tentamos negociar e nada de sensibilidade do governo para nossa valorização. Continuamos entre um dos piores salários do país”, ressaltou Áureo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

1 × 4 =