Denúncias de assédio eleitoral já resultam em multa de até R$ 1 milhão

por Carlos Britto // 27 de outubro de 2022 às 20:00

Foto: Reprodução

A poucos dias do segundo turno, já foram registradas 1.633 denúncias de assédio eleitoral no Ministério Público do Trabalho (MPT) este ano – quase oito vezes o patamar registrado na eleição de 2018, quando o total chegou a 212. A prática se refere a casos em que o empregador tenta coagir o funcionário a votar em um determinado candidato. E denúncias já feitas começam a resultar em punições.

Nessa quarta (26), a Justiça do Trabalho determinou que dois frigoríficos de Minas Gerais divulguem comunicado informando funcionários de que eles têm o direito de escolher seus candidatos.

Caso a decisão seja descumprida, as empresas serão submetidas a uma multa de ao menos R$ 40 mil por dia, podendo chegar a R$ 1 milhão. As empresas foram denunciadas pelo MPT após realizarem evento no qual obrigaram funcionários a vestir camisa com número de slogan de um dos candidatos à presidência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.