Crise pode tirar US$ 700 bi no crédito para emergentes

por Carlos Britto // 09 de março de 2009 às 14:15

O Banco Mundial estima que um eventual aprofundamento da crise econômico-financeira poderá gerar uma lacuna de US$ 700 bilhões na captação de crédito dos países em desenvolvimento neste ano.

Em um documento preparado para a reunião dos ministros de Finanças do G-20 a ser realizada no próximo fim de semana, a instituição estima que 98 de 129 países em desenvolvimento não serão capazes de atrair investimento privado suficiente para cobrir suas necessidades financeiras, o que criaria uma lacuna de US$ 268 bilhões em captações que não seriam realizadas.
Esse valor, contudo, pode chegar a US$ 700 bilhões se a fuga de capitais for acelerada ou se esses países tiverem dificuldade para refinanciar suas dívidas.
De acordo com o Banco Mundial, nem a instituição nem outros organismos internacionais de financiamento teriam recursos suficientes para prover empréstimos às economias em desenvolvimento, mesmo que as necessidades de crédito se mantivessem no lado mais baixo da estimativa.
Neste sentido, o banco pediu que as nações que compõem o G-20 ajudem aqueles países a conseguir os recursos necessários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *