Creche pronta há 1 ano permanece sem funcionar e moradores denunciam “obra de fachada” no Nova Petrolina

1

IMG_8908_Fotor

A alegria de milhares de famílias beneficiadas com a entrega de casas no Residencial Nova Petrolina, na zona oeste da cidade, só não é maior que a frustração de quem vive à espera de um local adequado para deixar seus filhos.

O residencial, entregue há mais de um ano através do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’, também foi contemplado com a construção de uma creche do ‘Nova Semente’, mas o equipamento – pronto para funcionar – permanece parado até hoje.

IMG-20160419-WA0022

De acordo com o presidente da Associação de Moradores, Jeremias Nunes, a creche deveria atender centenas de crianças da comunidade, mas um ano após ser construída a creche continua de portas fechadas e seria apenas uma obra de “fachada”.

A creche está construída, mas é apenas uma obra de fachada. Nós, da associação, estamos lutando há muito tempo por isso, mas só levamos um ‘não’ na cara. Ninguém dá resposta alguma e vivemos sem esperança. As mães da comunidade vêm atrás da gente pedindo ajuda, mas nós não podemos fazer nada, só cobrar respostas. É o que estamos fazendo”, disse.

Sem muro, sem atendimento

Ainda segundo Jeremias, além de estar totalmente construída, a creche também já possui os equipamentos para funcionar, mas a justificativa é de que o estabelecimento não começou a atender a comunidade por conta de um muro que precisa ser construído.

Tem todo material lá dentro: geladeira, fogão, cadeira…tudo. A desculpa que eles [prefeitura] dão é que a creche não pode funcionar porque tem que construir um muro antes. Mas e as mães que estão padecendo sem ter como trabalhar? Será que é tão difícil assim fazer um simples muro?”, questiona.

Mãe de dois filhos, a comunitária Jáfia Ferreira,diz que enfrenta dificuldades financeiras, mas está impossibilitada de trabalhar por não ter onde deixar seu filho mais novo.

A gente sofre muito. Eu preciso que esta creche abra logo, para que eu possa trabalhar e ajudar meu marido com as contas em casa porque, assim como eu, muitas mães estão passando necessidade querendo trabalhar e não podem. Não estou aguentando, alguém precisa fazer alguma coisa por nós”, apelou a mãe.

O Blog tentou contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Petrolina na manhã desta terça-feira (19), mas as ligações não foram atendidas.  Fica espaço para os esclarecimentos.

1 COMENTÁRIO

  1. A respeito dos dados divulgados da Secretaria de Educação de Petrolina, eu fico pensando se são números maquiados. Ora! trabalho na Rede Municipal a quinze anos, passei por várias escolas e o que vejo são muitas cobranças e pouco resultado.
    DENÚNCIA: Foram comprados tablets para os professores. Quando serão distribuídos? Próximo as eleições?
    Escolas com 800 alunos estão recebendo lanche para 500.
    O coroné proibiu os alunos frequentarem a sala usando sandália, mas ele diz que essa ação foi tomada pelos gestores. Coroné fraco, não assome o que faz.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

1 × 4 =