Corpo de fuzileiro naval de Petrolina é encontrado 8 dias após desaparecimento

por Carlos Britto // 13 de agosto de 2021 às 07:59

Foto: reprodução

O corpo de um fuzileiro naval de 23 anos encontrado na última terça-feira (10) numa sala desativada do prédio da antiga 1ª Companhia, em Natal (RN), será transportado nesta sexta-feira (13) para Petrolina, sua cidade de origem. O militar, identificado apenas por Herbert, estava desaparecido há uma semana. O Itep foi acionado. As primeiras informações dão conta de que a causa do óbito pode ter sido um mal súbito. Ele estava deitado, sem perfurações de qualquer tipo e sem resíduos de drogas ou venenos no local.

Herbert havia utilizado a sala para estudar, assim como outros militares.

Segundo os peritos anteciparam, pelo estado de decomposição do corpo, o soldado estaria morto desde a noite de quarta para quinta da semana passada. Amigos do militar relataram que ele andava muito angustiado pelo fato de não ter obtido sucesso num concurso interno para cabo. Ficou triste, mas não seria motivo para tirar a própria vida. “Ele fez a prova na minha sala, terminou rapidinho, em torno de meia hora. Parecia que não estava nem aí. Por isso acho que ele não estaria triste por causa disso”, disse um militar, amigo de Herbert.

O Itep deve emitir o laudo da causa da morte em poucos dias. Por se tratar de uma organização militar das forças armadas, a Polícia Civil não participa da investigação. A própria Marinha ou a Polícia Federal, se for requisitada, investigarão a morte do jovem soldado. As informações são do Blog do Cyrillo.

Família

Familiares de Herbert, no entanto, estão estranhando as circunstâncias da morte. Um tio da vítima disse ao Blog não entender como o corpo só foi encontrado oito dias depois. Além disso, suas redes sociais – como WhatsApp e Instagram – foram desativadas. O soldado será sepultado neste sábado (14), às 9h, no Cemitério do Bairro João de Deus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *