Coordenadora do Sindsaúde-PE envia artigo sobre saída do Imip

por Carlos Britto // 04 de julho de 2009 às 19:32

A coordenadora do Sindsaúde/PE, Perpétua Rodrigues, enviou à imprensa um artigo sobre a posição do sindicato em relação à saída do Imip da gestão do Hospital Dom Malan. O Sindsaúde conta com 10 mil filiados no estado de Pernambuco, entre eles auxiliares, assistentes e analistas em saúde:    

 Não às fundações públicas de direito privado na saúde!

O problema do repasse da administração do Hospital Dom Malan, em Petrolina, no Sertão, pelo Governo do Estado e do município para o Instituto Materno Infantil de Pernambuco (Imip) foi denunciado pelo Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde-PE) desde os primeiros rumores da implementação. Hoje ao lermos, no Jornal do Commercio, o fracasso dessa administração e da primeira tentativa de implementação de uma fundação pública de direito privado no Estado, temos a confirmação de que os servidores da saúde estão no caminho certo.

Em protesto a esse modelo, o Sindsaúde-PE realizou greves, paralisações, debates, seminários no Recife e em Petrolina com palestrantes de fora e do Estado e reuniu mil assinaturas contrárias ao projeto de lei no município para tentar barrá-lo. Até colocar os cargos à disposição, os servidores colocaram para que o Estado ouvisse a opinião de quem está ali todos os dias no batente da saúde. A diretoria do sindicato também visitou gabinetes de deputados estaduais e federais, no Recife e em Brasília, na tentativa de que eles votassem contrário ao projeto de lei.

O sindicato enviou ainda ofício para o Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde, Secretaria de Saúde de Petrolina e conselhos municipal e estadual de saúde com o objetivo de pedir esclarecimentos sobre a administração do Hospital Dom Malan pelo Imip. O Sindsaúde-PE entrou também com mandado de segurança com pedido de liminar na Vara da Fazenda Pública de Petrolina, apontando irregularidade no contrato de gestão do Hospital Dom Malan.

Nunca aceitamos esse modelo, quem nem foi discutido com a sociedade e nem com a categoria. Apontamos que essa mudança não daria certo e hoje temos a prova disso. Esse modelo é uma forma de terceirização, quando a obrigação de assumir a saúde deveria ser do governo. Os servidores se sentem desrespeitados porque nada foi discutido com os usuários e nem com eles, profissionais que dedicaram anos de sua vida ao hospital.

Já que o município não tem mais condições de administrar o hospital, o Governo do Estado e o Ministério da Saúde deveriam assumi-lo porque ele é uma unidade que atende a mais de 300 pessoas por dia e recebe pacientes de vários Estados, como Bahia, Piauí e Ceará, além de ser referência em traumatologia, pediatria, obstetria e clínica. Isto é, a unidade é muito importante para quem mora naquela região e para o Grande Recife, já que o bom atendimento lá ajuda a diminuir a superlotação aqui. 

Os servidores da saúde receberam a notícia com muita alegria. Esperamos que agora a Secretaria de Saúde de Petrolina chame o Sindsaúde-PE para discutir a nova gestão do hospital.

Perpétua Rodrigues

coordenadora-geral/Sindsaúde-PE

Coordenadora do Sindsaúde-PE envia artigo sobre saída do Imip

  1. SIMPLÍCIO NETO disse:

    Quanto a essa decisão, do IMIP só temos que lamentar,pois o que muitos nao querem entender é que eles vinham administrando o Hospital D om Malan,com muita coerência , quantas idéias novas eles trouxeram? Só em não deixar faltar nada tanto em medicamentos quanto em assistencia médica,quantas das vezes fiquei com parentes internado e tinha que comprar quase tudo?Será que é esse retorno que a população esquece e quer voltar?os tumúltos,chegando a faltar m´edicos,medicamentos,pessoas de plantão fardados fazendo compras no comércio da cidade estando de plantão,mal humoradas,com os pacientes.Alguem já chegou a perguntar para a maioria das pessoas que antes tinham que pagar para realizar biópsias,exames caros ,sem ter com que pagar e muitas pessoas que esperavam por cirurgias em fila desde o ano de 2002? É essa saude que estão querendo de volta? A parte de assistencia a criança e a gestante estava descoberta,voces que formam uma opinião contra ou à favor à administraçaõ do imip, alguém de voces conhecia o Hospital Dom Malan de meses atràs eo de os dias de hoje?Porque será que brigam ?Refletimos e examinemos porque tais pessoas sentem tanta falta ,um hospital entregue à tantas cenas de desordem ,será que as doutrinas das empresas privadas para que funcionem com normas e descencia seja tão indesejadas,porem quem trabalha com descencia não tem maldade e cumpre ordens.O funcionamento do serviço público de qualidade merece administração com pessoas que respeitem o bem público… fica a tristeza de quem teme pela população que não tem um plano de saude e necessita de cuidados até internamento,além de muitos funcionário pais de famílias desempregados, já pensaram nisso?Que antes muitos recebiam um salário minimo sem direitos à férias e até quando saiam no fim do contrato sem direito a nada,nem um obrigado… Pensem niosso!!!

  2. LEANDRO DOS SANTOS disse:

    Como dizia o comentário anterior ,há dois meses atrás precisamos do IMIP/DOM MALAN e fomos bem atendidos,meu filho ao nascer em um hospital particular dest a cidade e gstamoso quen~imaginavamos queiria gastar, a criança precisou de uti- neo e precisamos transferir para o IMIP, a principio pensava que iria encontrar um cenário diferentedo Dom Malan que conheci antes, foi tudo difeente em um período em mnos de24 horas ele estava ótimo;;;fiquei chocado com a decisão de voltr o qe era antes!Pessoas bem treinadas e com a praticidade e exatidão que não teiavisto antes em uma outraoportunidd quando tria trazido minhaesposa para o DOM MALAN logo no inicio dagestação ,foi essemotivo que teria me incentivado avende um bem para pagar um intenamendo para o parto cesário, hojenão tenho duvids, o tratamento que tivemos no imip/Dom Malan foi como não teria imaginado que fosse.Ótimo…

  3. tabareo disse:

    Quanta baboseira.
    Quem perdeu foi a população que usa o sus.
    Quem emite notas não perde nada porque não usa o sus.
    Deixem de egoismo e sejam coerentes não defendam só interesses
    pesoais ou corporativos isso não é justo com a população.
    Petrolina perdeu o tempo vai mostrar.

  4. Sofia disse:

    Mas do que entendível a posição do Sid saúde, ela tem que garantir os benefícios dos Médicos e suas regalias, o serviço terceirizado ‘tira’ um pouco o poderio desses profissionais, tem quem cobre, demita, reclame, ao comando da prefeitura, ou dos governos federais e estaduais, eles voltaram a deitar e rolar sobre a miséria alheia!
    Lamentável!!

  5. brenda disse:

    o prefeito julio esta de parabens por colocar mais de 300 pais de familia na rua,quatro anos se passa e rapido

  6. Wellington Cruz disse:

    Ridííículaaa a posição do sindicato em pensar que o IMIP saiu do HDM por conta deles…muito pelo contrario soh saiu pq enfim os repassas naum foram feitos pela Prefeiturs de Petrolina,,,aliás D. Perpétua a SRA é funcinária da saúde???Trabalha onde mesmo???Ah santa paciência..a SRA sabe do trabalho do IMIP aqui em Recife eh um trabalho bem feito e bem reconhecido…vamos pra frente e eu quero ver quantas e quantas vezes o sindicato vai ter que ir a Petrolina Intervir pelos associados se achavam o IMIP ruim veremos entaum a FEMSAUDE com a mesma administração do HUT…Como disse e naum canso de dizer…O povo tem o Prefeito que merece.

  7. RAFAEL disse:

    JÁ PERGUNTARAM PARA OS FUNCIONÁRIOS QUE TRABALHAM NESSA ENTIDADE COMO ERA O IMIP COMO ADMINISTRAÇÃO? PESSOAS QUE TRABALHAM EM OUTROS ORGÃOS DO MUNICIPIO FAZEM GREVES E VEM FAZER ARRUAÇAS EM FRENTE AO DOM MALAM,PORQUE NÃO FAZEM NA PORTA DE SEUS LOCAIS DE TRABALHO QUE É O TRAUMA E O PAS?DEIXEM A GENTE TRABALHAR EM PAZ, SIM OBRIGADO DR. JÚLIO LOSSIO.EU ACREDITO NA LEI DO RETORNO!AINDA BEM QUE SÓ SÃO MAIS DE 300 PESSOAS DESEMPREGADAS,AINDA BEM!

  8. MARTA DOS SANTOS disse:

    ALGUEM JÁ PERGUNTOU PARA OS FAMILIARES DE PACIENTES QUE CHEGAM DE VÁRIAS CIDADES COMO FOI RECEBIDO? ALEM DE ENCONTRAR O TRATAMENTO QUE PRECISA,QUANTAS FAMILIAS PRECISAVA COMPRAR O MÍNIMO DE MEDICAÇÃO PARA NAO DEIXAREM SEUS PACIENTES MORRER A MINGUA, VOCES ESTÃO ESQUECIDOS DE TODAS ESSAS CENAS?
    E AGORA,NÃO SERÁ DIFERENTE;;;SIM VAMOS AGUARDAR E ESPERO QUE ELES FAÇAM UMA BOA ADMINISTRAÇÃO…,

  9. Desconfiado disse:

    A irresignação dos filiados desse sindicato para com o IMIP é simplesmente porque essa entidade cobrava horário de trabalho e ia atrás de quem recebia e não trabalhava, o que ao meu ver é justo, pois todos os filiados desse sindicato são pagos com dinheiro público, ou melhor, com o dinheiro fruto de nosso trabalho.
    Defender o errado denota o mesmo conceito que praticar a imoralidade.
    Durante os dez meses em que o Dom Malan esteve aos cuidados do IMIP não ouvimos casos de roubo de luvas, desvio de alimentação, desvio de medicamentos, que mais denotavam ausência de controle ou mesmo de fiscalização daqueles que faziam o nosocômio no passado.
    Será que é isso que o povo quer? Será que é isso mesmo que esse sindicato defende?
    É bom lembrar que todo dia o povo trabalha e que para sobreviver ele tem que exigir de si próprio para obter resultados. E por que não se pode exigir desses filiados o trabalho correto?
    Sei que o vício é grande e que vem sendo alimentado através das décadas, mas isso tem que acabar!!!
    Atenção Ministério Público! Por favor fiscalize esse caso pois tem muito dinheiro em jogo e como cidadão eu não quero ver mais uma vez os escândalos do passado vir à tona novamente. Sei da capacidade do Prefeito em virtude do seu passado limpo, e espero que ele não deixe isso acontecer.

  10. Pe. Antonio disse:

    O que Perpetua ou o sindicato ou outras pessoas que sao a favor da administracao direta do Hospital pela Prefeitura, nao tem nada a ver com a idoneidade do IMIP. Ninguèm questiona a capacidade administrativa do IMIP ou sua humnidade, a capacidade de atender bem os pacientes. Eu, pelo menos nao tenho nada contra o IMIP. E nunca ouvir falar mal dessa instituicao. O que esta em causa è o tipo de gestao. Quem deve gerir a saude è a Prefeitura. Se tem lei aprovando isso, mas nao è a melhor coisa. Vamos fazer uma comparacao de um Hospital com uma Escola. A prefeitura ou o Estado ou o governo federal vao contratar uma empresa para adinistrar uma escola! Se a prefeitura tem o recurso para repassar para uma instituicao e essa instituicao com esse recurso administra bem o Hospital, porque a propria prefeitura nao podo mesmo!!!

  11. Socorro Rodrigues disse:

    NEM LI A CARTA DE PERPETUA, JUSTAMENTE PORQUE O QUE SAI DA MENTE DESSA PESSOA SEMPRE É RIDÍCULO. FICA SE APROVEITANDO DOS SERVIDORES PARA SER SUSTENTADA EM RECIFE COM DINHEITO DOS FILIADOS DO SIND SAUDE, NUNCA TRABALHOU, SEMPRE FOI CRIADORA DE CASOS, INCOMPETENTE E ACHOU ESSA “BOQUINHA” PRA MORAR NA CAPITAL E SE AMOSTRAR SEMPRE. SÓ OS BESTAS NÃO VEEM ISSO.
    AGORA LI OS COMENTARIOS MUITOS SENSATOS. SÓ O PE. ANTONIO QUE SEMPRE ANDA NO MUNDO DA LUA, ORA PADRE, QUANTOS SERVIÇOS A GENTE PAGA ALGUEM PRA FAZER PORQUE NÃO TEMOS HABILIDADE, TEMPO, OU SEJA O TEMPO NÃO DÁ PRA UMA DONA DE CASA , POR EXEMPLO, FAZER TUDO SOZINHA NUMA CASA COM MUITA GENTE, ACABA PRECISANDO DE ALGUEM PARA AJUDAR NAS TAREFAS, ACHO QUE ESSA COMPARAÇÃO FICA MAIS CLARA PRA LEIGOS … ME POUPE. AGORA QUERO VER COM QUE CARA OS POLITICOS DE PETROLINA ( RAIMUNDA SOL POSTO E CIA)VÃO PEDIR VAGAS E ENVIAR PACIENTES DE PETROLINA PRA SEREM TRATADOS NO IMIP EM RECIFE, SIM PORQUE ISSO TEM DE MONTÃO.
    CARLOS BRITO TAÍ UMA ENQUETE BOA PRA VC FAZER.
    – VC JA TEVE UM PARENTE TRATADO NO IMIP RECIFE? COMO FOI O TRATAMENTO?
    DEIXE ESSA ENQUETE DE JULIO E COMPANHIA PRA LÁ , A GENTE JA SABE QUE ESSA GESTÃO NAO TEM JEITO MESMO, TEMOS QUE ESPERAR QUATRO LONGOS ANOS DE MESERIA, FALSIDADE, DESMANDO E OUTRAS ESQUISOFRENIAS MAIS….

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *