Coordenação do Chapéu de Palha orienta beneficiários do programa

por Carlos Britto // 04 de junho de 2009 às 16:00

major-ivanDepois da lista de divulgação com os nomes dos trabalhadores da fruticultura irrigada cadastrados no Chapéu de Palha, a coordenação do programa vai fazer uma nova lista até amanhã (05), que será afixada na Caixa Econômica de Petrolina. Desta vez o objetivo é orientar os agricultores beneficiados sobre os procedimentos a serem tomados a partir de agora e dirimir as dúvidas de quem não foi incluído neste primeiro momento.

De acordo com o major Ivan Ramos, coordenador regional do Chapéu de Palha, até o dia 15 os beneficiados pelo programa poderão conferir seus nomes nos sindicatos de trabalhadores rurais dos sete municípios contemplados. Eles deverão pegar seu cartão-cidadão, para que possam sacar os R$ 232,50 do programa, durante os três meses da entressafra.

Para Petrolina, Lagoa Grande e Santa Maria, os agricultores devem procurar o sindicato dos trabalhadores rurais de Petrolina, de 17 a 19 de junho, para apanhar o cartão cidadão; já os beneficiados de Belém, Cabrobó, Orocó e Petrolândia precisam dirigir-se à Caixa de Salgueiro para pegarem seus cartões.

Além disso, uma nova lista será elaborada pela coordenação e afixada nos sindicatos com os nomes dos reprovados e os motivos pelos quais o problema aconteceu. “Eles podem procurar a coordenação para que possam resolver suas pendências e serem incluídos”, explica major Ivan. Quem quiser pode também ligar para a coordenação (0800-282-5158).

A partir do dia 15 começam as atividades socioeducativas incluídas no programa. A primeira semana (15 a 19) será exclusiva para as mulheres e quem vai coordenar é a secretária estadual da Mulher, Cristina Buarque. “Será um trabalho de conscientização das mulheres para a cidadania”, informa o major.

Do dia 22 de junho a 22 de julho acontecerão as atividades integradas com as Secretarias de Educação e a da Juventude e emprego. Os agricultores terão, ao mesmo tempo, aulas de reforço escolar mescladas aos cursos de capacitação profissional.

O major Ivan reitera a importância dos beneficiados pelo Chapéu de Palha de estarem atentos aos sindicatos de trabalhadores rurais para que não percam o prazo de entrega dos cartões, e sobretudo de correrem o risco de ficar de fora das atividades paralelas. “Essa é uma grande oportunidade que essas pessoas terão de crescerem como profissionais e de ampliarem seus horizontes, permitindo-lhes outras alternativas de gerarem mais renda”, ponderou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *