Conselho homologa manifestações de interesse para o Projeto Bahia Produtiva em Juazeiro

0

reunião7Foi realizada esta semana, na Casa dos Conselhos em Juazeiro (BA), a 38ª reunião ordinária do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS). Na ocasião foi realizada a nomeação da nova secretária do Conselho, a engenheira agrônoma da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Paula Cândida Galdino Santos.

Presidida pelo secretário municipal de Agricultura, Jorge Cerqueira, a reunião contou com a presença de 13 membros do CMDRS, e teve como pauta principal a homologação dos projetos elencados pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) do projeto Bahia Produtiva. “Este edital irá destinar até R$ 270 mil para cada projeto aprovado. Sendo que a primeira etapa foi o parecer técnico do CMDRS, realizado nesta reunião, a segunda etapa será a análise e parecer do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável e por fim, a Secretaria de Desenvolvimento Rural do Estado irá definir os projetos que realmente serão aprovados”, explicou Paula Cândida.

Manifestaram interesse para os projetos do Bahia Produtiva 32 associações de Juazeiro, com solicitações para a implantação de unidades de propagação da palma, criação de galinhas caipiras, cozinhas comunitárias, manejo sanitário da caprinovinocultura, usinas de ovos, implantação de unidade multiplicadora de palma adensada, casa de farinha de pequeno porte, dentre outras.

De acordo com o presidente do CMDRS, Jorge Cerqueira, “o projeto visa a melhorar as condições de vida da população rural do Estado da Bahia, com foco na segurança alimentar e nutricional”. O investimento total é de R$ 800 milhões, a partir de um acordo entre o Estado e o Banco Mundial. O programa de inclusão produtiva vai apoiar as cadeias mais importantes para a agricultura familiar.

Especificação da Proposta  

Na ocasião a secretária informou que durante o processo de análise duas das 32 associações não colocaram no campo devido à especificação da proposta para o Projeto. “No entendimento da CAR, as mesmas não poderão passar à etapa seguinte, além disso não consta no registro de algumas manifestações de interesse o número da DAP da associação proponente, mas as mesmas garantem que estão em dia. Foi realizada uma análise criteriosa, pois serão indeferidas as inscrições que não se enquadrem nas exigências do edital”, observou.

Ao final do encontro os conselheiros presentes decidiram que irão se reunir, em caráter extraordinário, para homologar os agricultores familiares inscritos no programa Garantia Safra 2015/2016, na próxima quinta-feira (15). (foto: Ascom PMJ/divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome