Comunitários do Caminho do Sol se dizem “de mãos atadas” sobre queima diária de lixo

1

A queima irregular de lixo tem se tornado uma das principais queixas dos petrolinenses nos últimos meses. Desta vez foram os moradores do bairro Caminho do Sol, zona leste da cidade, que se disseram “de mãos atadas” para o problema, uma vez que o descarte irregular e o fogo continuam acontecendo todos os dias, apesar das diversas denúncias e notificações destinadas ao proprietário do terreno baldio.

“Nós não sabemos mais a quem recorrer. Já fizemos várias denúncias sobre este terreno na esquina da avenida João Campos com a rua José Venâncio, que pertence a um empresário, que provavelmente já foi notificado várias vezes, mas não toma providências. Todos nós sofremos com a fumaça, com os insetos atraídos pelo lixo e nada se resolve”, desabafou uma moradora.

Em resposta, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Sustentabilidade (SEDURBHS) informou que a equipe de fiscalização da prefeitura já identificou e notificou o responsável do terreno localizado na Avenida João Campos para realizar a limpeza e a construção do muro, sendo que o mesmo não cumpriu com as medidas. Próximo passo agora é a aplicação da multa, que pode variar de R$ 600 a R$ 2.400.

A Secretaria orienta também que a comunidade formalize a denúncia junto à Ouvidoria Municipal, no telefone 156 ou (87) 9 9190-7475 (WhatsApp).

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

6 − 2 =