Com indefinição sobre greve, servidores do INSS fazem passeata em Petrolina

1

servidores INSS greve praça bambuzinhoOs servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Petrolina, em greve há um mês, realizaram hoje (10) uma passeata pelas principais ruas do Centro da cidade e se concentraram em seguida na Praça do Bambuzinho, Avenida Souza Filho. A mobilização reuniu mais de 70 funcionários.

greve INSS petrolinaEm entrevista ao programa ‘Manhã no Vale’, da Rádio Jornal, o servidor público Osinaldo justificou que a categoria não está pedindo aumento salarial. “Não estamos pedindo aumento, e sim pedindo reposição salarial e contratação de mais profissionais, principalmente de perícia médica. Na verdade, estamos pedindo moralidade e respeito para a população brasileira. A greve não é só pelo servidor, é por toda a população do Brasil”, disse Osinaldo.

Já Marcondes Carneiro, diretor de Imprensa e Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social no Estado de Pernambuco (Sindsprev-PE), afirmou que, atualmente, o segurado do INSS espera até 90 dias para fazer o seu agendamento na perícia médica. “Estamos nas ruas exatamente para denunciar essa situação. Noventa dias é tempo demais. Nossa luta é para melhorar a prestação de serviço público, não só aqui em Petrolina, mas em todo o País”, reforçou.

Apenas as perícias médicas agendadas estão sendo realizadas na agência local, que permanece com o quantitativo de 30% dos servidores trabalhando. A agência de Petrolina atende mais de 8 mil pessoas por mês, mas a quantidade de servidores não está dando conta da demanda. (foto 1/Marco Aurélio)

1 COMENTÁRIO

  1. Ô Brasilsão que tá tudo bão. Greve, greve e mais greve. desemprego, dólar nas alturas, inflação…
    E os ladrões fora da cadeia. Está faltando água até na Lava Jato, para limpar essa sujeira vermelha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome