Com contas de 2020 rejeitadas, IPJ terá que pagar multa e ressarcir cofres públicos

por Carlos Britto // 01 de outubro de 2021 às 14:00

Sede do TCM-BA. (Foto: Reprodução)

As contas do Instituto de Previdência de Juazeiro (BA), do exercício de 2020 foram novamente rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA). O antigo gestor do órgão foi multado no valor de R$ 10 mil, além de ter de realizar o ressarcimento, com recursos pessoais, aos cofres públicos municipais do montante de R$ 3.340.552,61, e da determinação de representação ao Ministério Público Estadual.

Votaram com o relator do caso, conselheiro José Alfredo Rocha Dias, os conselheiros Mário Sílvio Mendes Negromonte e o substituto Ronaldo Nascimento de Sant’Anna. O Ministério Público de Contas foi representado pela procuradora-geral, Camila Vasquez Gomes Negromonte. Confira o documento no link.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *