Coluna da Folha

0
Foto: NE10/arquivo reprodução

A operação da PF, os recursos do SUS e o castelo do prefeito

Pesqueira, no Agreste pernambucano, tem seu castelo. A obra imponente, com 14.400 metros quadrados, foi idealizada por um comerciante local no final dos anos 80. Hoje é uma atração turística não só da cidade, mas de toda aquela região. Em Timbaúba, na Zona da Mata Norte, o prefeito Marinaldo Rosendo (PP) também sonhava em ter algo semelhante, mas seu castelo começou a ruir antes de virar realidade.

O gestor virou alvo de uma operação deflagrada ontem (3) pela Polícia Federal (PF), que investiga possíveis desvios de recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) no município. Um pesadelo para quem não tem direito a sonhar nem com uma simples casinha com dois cômodos, quanto mais com um castelo.

A mansão do prefeito, situada no Bairro de Salgadinho, passou por buscas realizadas pela Operação ‘Desmanche’, como foi batizada a ação da PF. O objetivo é apurar suspeita de crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro relacionados a contratos de fornecimento de medicamentos e material hospitalar no município, entre 2013 e 2016, no valor total de R$ 7,9 milhões.

As autoridades policiais, no entanto não confirmaram que os valores desviados foram utilizados na construção da mansão do prefeito. Marinaldo é apenas um dos alvos da operação, que tem também como alvos outros políticos – além de empresários, servidores e ex-servidores da prefeitura de Timbaúba, entre os quais os gestores do município que se sucederam no período sob investigação. Seja para qual fim esse dinheiro foi destinado, será um absurdo.

Sem reeleição

Os pré-candidatos à Presidência da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), Luciano Pacheco (Arcoverde), Fiapo (Sertânia), José Raimundo (Serra Talhada), Davi Santos (João Alfredo), Weber Santana (Carnaubeira da Penha), Erica Uchoa (Iguaraçu), João Chaves (São Caetano) e Joel Gomes (Tuparetama) se reuniram ontem (3) em Arcoverde. Na pauta, a possibilidade de uma candidatura de consenso para tentar evitar a reeleição do atual presidente da entidade, Josinaldo Barbosa.

Sem ponto facultativo

Carnaíba, no Sertão do Pajeú, é mais um município a suspender o ponto facultativo nas repartições públicas municipais durante o período de Carnaval este ano. Por lá, o prefeito Anchieta Patriota levou em consideração o decreto 04/2021, referente à situação de emergência de saúde pública em Carnaíba, reconhecida pelo Decreto nº 007, de 27 de março de 2020, bem como a necessidade da adoção de providências para conter a propagação da Covid-19.

Convênio

O prefeito de Belém do São Francisco (Sertão de Itaparica), Gustavo Caribé, reuniu-se no Recife com a presidente da Compesa, Manoela Marinho, e com o diretor regional do Interior, Mário Heitor. O gestor firmou parceria com a empresa que, por meio de emendas parlamentares do deputado Fabrizio Ferraz, irá garantir a execução de uma importante obra de ampliação de abastecimento hídrico no município. O investimento é de R$ 400 mil.

Em prol da união

Em Arcoverde, Sertão do Moxotó, o prefeito Wellington Maciel (MDB) – o Wellington da LW – participou da primeira sessão da Câmara de Vereadores, na terça (2), e não economizou no discurso. Falou em fazer “uma gestão justa” e pediu união dos vereadores nesse sentido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome