Coluna da Folha

0
Foto: reprodução

Frei Miguelinho e a força da mulher

Na disputa pela prefeitura da cidade de Frei Miguelinho, no Agreste pernambucano, a saída do ex-prefeito Lula Capivara (Podemos) do páreo deixou a corrida eleitoral nas mãos das mulheres. Para muitos na cidade, isso se configura um fato histórico na região. Lula teve o pedido de registro de candidatura negado pela Justiça Eleitoral, com base na Lei da Ficha Limpa. Com isso, ele optou por indicar a filha, Luiza Karla, também do Podemos, para substituí-lo.

Além de Luiza, outras duas candidatas disputam a próxima gestão, a atual prefeita e candidata à reeleição, Adriana Assunção, do PSB, e Tatiana Moura, do PSL. Luiza estreia em sua primeira campanha eleitoral como candidata a prefeita e colocou na pauta de sua campanha a defesa por igualdade de oportunidades para as mulheres. “Isso muito me orgulha e muito me honra poder representar a minha querida cidade”, afirmou.

Já Adriana considera um fator positivo para o município o fato de três mulheres concorrerem a uma vaga no Executivo. Episódio que julga necessário e que deve ser apoiado para estimular a participação de mais mulheres na política. “Isso mostra a nossa força feminina, nossa garra e empoderamento”, declarou.

A candidata do PSL, Tatiana Moura, vem mantendo a mesma linha de pensamento das outras duas candidatas e repete o discurso de que, “apesar de alguns avanços que as mulheres conquistaram ao longo da história o cenário atual encontra-se longe do adequado”.

Acesso

No Sertão pernambucano, os próximos prefeitos que assumirem a partir de janeiro de 2021 poderão ser beneficiados com um aumento na arrecadação de impostos. Isso aconteceu depois que o presidente Jair Bolsonaro sancionou, sem vetos, a Lei Complementar que altera o recolhimento do ISS sobre serviços de saúde e medicina e do setor bancário e financeiro, que serão cobrados no município onde o serviço é prestado.

O porta a porta

Em Cabrobó (PE), Sertão do São Francisco,  três candidatos a prefeito do município adotaram o porta a porta como a principal estratégia política na reta final das eleições. Faltando cerca de duas semanas, o município segue sem grandes movimentações, e com uma campanha de olho no olho entre os candidatos Dim Saraiva (MDB), Auricélio Torres (PSB), Galego de Nanai (Avante), e o eleitor.

Reprovadas

Em Ouricuri (PE), Sertão do Araripe, o ex-prefeito César de Preto teve as contas relativas ao exercício financeiro de 2016 reprovadas pelos vereadores da cidade. A 2ª Câmara do Tribunal de Contas do Estado julgou irregulares e encaminhou o documento à Casa Legislativa Rodrigo Castor, sugerindo a rejeição, que foi acatada pela maioria dos vereadores.

Foi multado

O candidato à reeleição em Santa Terezinha (PE), Vandinho de Danda (Avante), foi multado por propaganda eleitoral antecipada. O juiz eleitoral Carlos Henrique Rossi julgou procedente a representação do partido Podemos, de Delson Lustosa, contra o atual prefeito, por ter usado a sua fala durante evento de carnaval para pedir votos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome