Codevasf contrata estudos para a implantação do Canal do Sertão

0

codevasfA Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) formalizou contratação de dois estudos voltados para a implantação do Canal do Sertão Pernambucano e de empreendimentos relacionados. Segundo a assessoria do órgão federal, os levantamentos somam investimentos de R$ 2,8 milhões e deverão ser concluídos em meados de 2015. O Canal do Sertão Pernambucano levará água do rio São Francisco, para usos múltiplos, à região oeste do estado de Pernambuco.

Um dos estudos contratados é o levantamento cadastral de áreas da faixa do futuro canal nos municípios de Casa Nova (na Bahia), e Petrolina, Dormentes e Santa Cruz (em Pernambuco). O levantamento incluirá informações cadastrais físicas, agrícolas, jurídicas e socioeconômicas dos imóveis existentes na faixa de mil metros do futuro canal – seu ponto inicial até o quilômetro 193,5- e nas áreas de reservatórios. A área coberta pelo levantamento é de 18,5 mil hectares.

O outro estudo é o levantamento cartográfico aéreo de 2.925 quilômetros quadrados de áreas dos municípios de Santa Cruz, Santa Filomena, Dormentes, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista. Nessa região o canal deverá abastecer dois novos perímetros de irrigação: o de Santa Cruz e o de Terra Nova. O primeiro ocupará áreas de Santa Cruz, Santa Filomena, Dormentes, Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista; o segundo abrangerá Lagoa Grande e Santa Maria da Boa Vista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

vinte − dezoito =