Cesta básica aumenta 4,62% no mês de maio em Petrolina

0

Os alimentos que compõem a cesta básica em Petrolina tiveram um aumento de 4,62% no mês de maio. De acordo com mais uma pesquisa realizada pelo colegiado de economia da Faculdade de Petrolina (Facape), a cesta básica do petrolinense ficou em média R$ 467,42. O aumento foi maior que na cidade vizinha, Juazeiro (BA), onde a inflação ficou de 4,21% e a cesta básica ficou na base dos R$ 438,46.

Os itens que mais aumentaram nas prateleiras foram o tomate, a carne e a margarina. O tomate teve um salto de 16,33%, provavelmente em decorrência do clima frio nas regiões de produção, que influencia na maturação do fruto reduzindo a oferta no mercado. Para o coordenador da pesquisa, João Ricardo Lima, o aumento tem forte impacto no orçamento das famílias, principalmente aquelas com rendas mais baixas.

“A cada mês uma maior parte da renda acaba tendo que ser gasta com alimentos, sobrando menos recursos para todas as outras necessidades do mês. Outros itens também têm aumentado, como combustível, gás de cozinha, passagem de ônibus, etc”, declarou.

A pesquisa revela que nos últimos 8 meses praticamente todos os produtos da cesta básica sofreram aumento, com destaque para a carne, arroz, farinha, banana, óleo de soja, feijão, leite e açúcar. No entanto, o estudo aponta que dos mencionados, o óleo de soja foi o mantimento com o maior valor acumulado nos últimos meses, cerca de 55% em Juazeiro e 64% em Petrolina.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezenove − 4 =