Cenários 2009-Crise afetará popularidade de Lula

por Carlos Britto // 18 de dezembro de 2008 às 23:42

Apesar da popularidade do presidente Luiz Inácio Lula da Silva se manter em patamares recordes, especialistas e políticos acreditam que o eventual aumento dos impactos da crise financeira internacional sobre a economia brasileira deve alterar a percepção do eleitorado.

Na mais recente pesquisa de opinião, divulgada pelo Ibope, a avaliação positiva do governo Lula atingiu 73 por cento, enquanto o desempenho pessoal do presidente chegou a impressionantes 84 por cento.

Até agora, os indicadores da economia são muito positivos. No último trimestre, o crescimento da economia, medido pelo desempenho do Produto Interno Bruto (PIB), cresceu 6,8 por cento. A inflação permanece sob controle e as empresas não anunciaram demissões em massa.

Segundo indicam as pesquisas, a conjuntura econômica internacional até reforçou a imagem positiva do presidente, uma vez que a população tem aprovado as medidas do governo para combater os impactos da crise.

Para o ano que vem, entretanto, as previsões não são otimistas. O governo reconhece que haverá desaceleração do crescimento, e a população, apesar de ainda acreditar que 2009 será melhor que 2008, já demonstra estar preocupada com os níveis de emprego e renda, como indica a queda de 26 por cento na venda de veículos novos em novembro.

Não é sem razão, portanto, que o Planalto passou a anunciar que suas ações para combater a crise têm como objetivo central evitar o desemprego, manter os investimentos e a produção.

Portal de VEJA

Cenários 2009-Crise afetará popularidade de Lula

  1. Vinicius Tumelero disse:

    Caro jornalista. Não existem fontes mais confiáveis, isentas, responsáveis e menos tendenciosas para VSa. consultar?

    Vinicius

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.