Augusto Coelho enfrenta a nova inquisição

por Carlos Britto // 10 de março de 2009 às 07:50

Vi os comentários no blog, mas acabei de saber realmente que a câmara levantou uma questão contra Augusto Coelho. Vou procurar saber qual e informar e claro, tentar ouvi-lo novamente.

Mas estou estarrecido. Sei que se tem algo e for errado tem mesmo que ser apurado, mas entendo que um homem com o serviço prestado em trabalho humanitário e em ajuda de toda sorte a uma comunidade inteira merecia ao menos o benefício da dúvida ante o nome posto no plenário.

E por que só agora? Só depois de sua opinião sobre o legislativo?

O pior é constatar uma perseguição pequena, rasteira e mesquinha somente por que alguém é contra uma ação do legislativo. Um ato desses não está à altura de Petrolina.

Quer dizer que quem se opor será acusado? Quem for contra será atacado?

É a nova inquisição dos tempos modernos?

É preciso respeitar o estado de direito. A câmara tem que lembrar que foi eleita pelo voto do povo e o povo a julgará novamente. E nessa hora esse mesmo povo poderá tomar sua decisão e não será perseguido.

Augusto Coelho enfrenta a nova inquisição

  1. Odilon Barros disse:

    O nobre Vereador errou e foi muito.

  2. J. Paulo disse:

    O TERRENO EM QUESTÃO, QUEM NÃO SE LEMBRA, TINHA UMA ESCOLA QUE FUNCIONAVA E FOI DEMOLIDA, FOI DOADO O TERRENO A APAMI PARA CONSTRUIR O HOSPITAL E AGORA, NEM A ESCOLA, NEM O HOSPITAL E ONDE FOI PARAR O DINHEIRO DA VENDA DO TERRENO.

  3. José Peixoto Borges disse:

    Certamente que os Vereadores estão na Câmara para fiscalizar tudo que seja de competência deles. Que a Câmara apure a questão levantada contra Dr. Augusto Coelho.
    Só que isto não resolve o outro problema da criação dos cargos novos em número de 50, gerando uma despesa de R$100.000,00 por mes. Dinheiro que deveria ser devolvido para a Prefeitura, como sugerido por Pe. Antonio. E é porque CAlos Brito já disse que cada Vereador já tem 9 cargos em cada gabinete à disposição.
    Se Dr. Augusto estiver errado, que pague pelos seus pecados. Mas isto não anula a imoral criação dos cargos.
    A Mesa diretora vai ficar com quantos cargos? Apure Carlos Brito e veja como vai ficar isto aí.
    Parabéns Carlos Brito pela cobertura do assunto. Não deixe isto morrer.
    Os Vereadores estão apostando na memória curta do povo. Não vamos deixar que a população esqueça isto.

  4. ANONIMO POREM JUSTO disse:

    TODOS SABEM QUE METADE OU MAIS DESSES SALARIOS VAO PARA O BOLSO DOS PROPRIOS VEREADORES (A MAIORIA) QUE NAO PAGAM INTEGRALMENTE AOS SEUS COMISSIONADOS, POR SUA VEZ ELES CALAM PRA NÃO PERDER A BOQUINHA….Q VERGONHA !!!!

  5. ATENTO disse:

    Carlos Britto, vamos com calma:
    1) Há recursos, não estão criando despesas, e os funcionários estão há mais de 3 anos sem aumento;
    2) Nenhum poder devolve recursos para outro;
    3) A Camara Federal votou a PEC (dos vereadores) com restrinção ao repasse; o Senador não acompanhou;
    4) O Executivo tem ATÉ n% para repassar para o Legislativo. Seria a hora de repassar apenas recursos que cobrem as despesas. O Executivo tem coragem de fazer isto?
    5) Pe. Antônio foi vereador. Pergunto: na época dele, foi devolvido recurso?
    Então, não vamos criar celeuma, jogar a população contra os seus representantes (bons ou ruins)… vamos esclarecer as coisas e ver onde estão as falhas para não se cometer injustiça. O erro é apenas e tão somente dos vereadores?

  6. José Peixoto Borges disse:

    O atento está desatento e equivocado.
    Estão sim criando despesas para pagamento dos novos cargos.
    Os detentores dos cargos comissionados e os novos, estão com salário só desde Janeiro ou ainda vão receber quando forem nomeados. Assim, não estão defasados. Quem entrou em Janeiro, como a grande maioria já podem agora em março dizer que seus salários estão defasados? Os salários chegam a mais de R$3.000,00. São bons salários, acima da média brasileira.
    Um poder pode sim devolver recursos para o outro. Basta querer.
    Pe. Antonio noticiou isto e há muito pouco tempo, o Presidente da Câmara de Salgueiro devolveu para a Prefeitura o dinheiro que sobrou. Isto foi notícia em todo lugar, até aqui no Blog do Carlos Brito.
    O prefeito tem que repassar o que está previsto na lei, mas a Câmara pode devolver. Atentou Atento?

  7. Tabareo disse:

    Cabide de emprego é o que é a camara de vereadores de Petrolina
    A sobra do dinheiro poderia muito bem ser devolvida ao municipio para obras em beneficio dos mais carentes.
    Vereador so quer torrar o dinheiro publico.
    Que pessimo exemplo

  8. barbosa disse:

    O papel do vereador é fiscalizar os recursos publicos.Agora fazer chantagem pq receberam posicionamento contrário de um cidadão de bem e muito respeitado dentro da sociedade que é o incansavel Dr.Augusto,que mesmo sem mandato como foi dito,presta muito,mas muito mais serviço ao nosso povo do que muitos politicos com mandato.Este vereador “AGORA FOI” foi eleito pelo povo,mas tenho certeza que ele tem a consciência pesada de como ele foi eleito.Ele sabe muito bem o q eu quero dizer.

  9. RAIMUNDO disse:

    será se dr augusto não se manifestase contra esta atitudi da camara de vereadores ele seria tão pesseguido asim?. claro que não se for observa bem existem alguns vereadores que parece papagaio só repete o que outro fala CUIDADO VEREADOR o povo está de olho e ouvidos abertos quem acompanha o noticiario sabe de quem estou falando. DR AUGUSTO está sem mandato por vontade propria e mesmo sem mandato faz muito mais que certos politicos que tem mandato . , mandato dado pelo povo mas que não importa nem um pouco com os problemas da população.

  10. Opara disse:

    Essa guerra entre o Legislativo e o Executivo só tem dois perdedores: Petrolina e a sua gente. Petrolina vai terminar com uma intervenção do Estado ou Federal.

  11. ATENTO disse:

    Para os que aqui postam seus comentários e não conhecem a Constituição, dou-lhes de graça uma informação: a Carta Magna não determina taxativamente quanto o executivo tem que repassar par o Legislativo, mas que o repasse deve ser de A T É tantos %. Não sei se o caro José Peixoto Borges entendeu o significado de ATÉ. Claro que um poder pode devolver recurso para outro, assim como um pode repassar apenas o montante que o outro precisa, dentro do limite de até… Talvez eu não esteja sendo claro para meu colega de comentarios, o sr. José Peixoto Borges

  12. Pe. Antonio disse:

    José Peixoto está fazendo uma análise correta e imparcial, lucida. A Câmara pode sim devolver o que sobra, o dinheiro é nosso. Se a verba que a prefeitura é suficiente para manter um bom serviço, pagar dignamente os servidores da Câmara, o dinheiro deve ser devolvido para ser melhor aplicado. A verbada é repassada para a Câmara planejar e prestar um bom serviço e não para gastar de forma irresponsável, só por gastar….E a proposta que eu dei é que ja acontece em um município….
    Meu caro atento, você se esqueceu de que quando fui vereador, a Câmara contava com 21 vereadores. E sabe quantos assessores tinha cada vereador! Apenas dois (2) assessores apenas….E eu meu gabinete funcionou muito bem. Ora, se cada Vereador já tinha 9 pessoas no Gabinete…. francamente, não precisava de mais assessores. O aumento dos funcionários da casa sim….
    Atento, então vc está ajudando a esclarecer, se a Constituição não é taxativa…. é até, significa que é o limite, que não pode repassar a mais, mas pode repassar a menos, não é isso. Então, se a Prefeitura resolvesse diminuir o repasse como seriam pagos esse numero de assessores!!!!!

  13. PAULO JOSÉ disse:

    É LAMENTAVEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  14. Tabareo disse:

    Atacar Dr.Augusto Coelho é simplesmente ridiculo.
    Este homen tem uma folha de serviços prestados a Petrolina dificil de ser superada só talvez igualada.
    Foi um dos melhores prefeitos que Petrolina teve.
    Seu trabalho com a APAMI é exemplar e pena que não é seguido.
    Essas ameaças são tipicas do estado policialesco,que é que é isso.

  15. ATENTO disse:

    Caro Pe. Antônio, o que questiono é que o repasse está d+… sobram recursos. Qdo V.Sa foi vereador (2001 – 2004), havia 21 edis. De 2005 a 2008, eram 13; agora são 14. E o repasse continua o mesmo da legislação 2001 a 2004. Só pode é sobrar recursos…. A Camara Federal tentou corrigir essa distorção, mas o Senado não acompanhou o raciocinio dos deputados. Infelizmente. Por isso que digo que temos que cortar o mal pela raiz. Na transferência do duodécimo.

  16. O calculista disse:

    Pelo amor de Deus! que desgraça é essa aí. Os vereadores chegarão ao fundo do poço, moralmente falando. Mas ainda há tempo de se recuperar. Usem da humildade, raciocinem e corrijam esta rota imediatamente.

  17. Quanta Demagogia Meu DEUS

  18. KABEÇÃO DODOI. disse:

    Como cidadão brasileiro, vou requisitar ao Ministerio Publico que faça
    uma varredura na camara de vereadores de Petrolina para saber quantos irmãos,cunhados, primos, sogro, sogra e primos tem empregados no quadro de funcionarios no legislativo.
    NEPOTISMO, NEPOTISMO, NEPOTISMO, ISSO SIM É O QUE TEM MUITO LÁ.
    CONFIRAM.

  19. J. Paulo disse:

    MAS ESTARRECEDOR AINDA É QUE NÃO VIR NENHUM COMENTARIO QUANTO A ESCOLA QUE POR CAPRICHO E PARA ATENDER A DR. AUGUSTO COELHO FOI DEMOLIDA E AGORA SÓ SERVE O TERRENO COMO DEPOSITO PARA LIXO.

    E COMO FICAM AS NOSSAS CRIANÇAS, VEJAM SÓ FALTA QUE ESSA ESCOLA ESTÁ FALTANDO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *