Artigo do leitor: “Já passou da hora de medidas mais concretas contra a Covid-19”

5

O médico e professor da Univasf, Aristóteles Cardona Júnior, acredita num cenário ainda pior da pandemia de Covid-19 na região, pelas próximas semanas. Por isso ele argumenta, neste artigo, que medidas mais duras teriam que acontecer há mais tempo.

Confiram:

Não foi por falta de aviso. Na noite desta quarta-feira foram divulgadas informações sobre a ocupação das UTIs Covid-19 em Petrolina e chegamos à marca de 95% dos leitos ocupados. Em paralelo também era divulgado o número de 1.910 óbitos por Covid-19 em 24 horas no Brasil, o que é um novo recorde. E a tendência é de cenários ainda piores nas próximas semanas.

Poderia passar muito tempo aqui tratando das prováveis causas para tudo isso: a ausência de um comando central que organize o combate ao vírus, a falta de vacinas generalizadas em todo país, entre várias outras questões. Mas o momento é tão preocupante que é preciso, mais do que nunca, agir rapidamente.

Já passamos do momento de ficar pedindo para que as pessoas usem máscaras e evitem sair de casa. Não que essas medidas não sejam importantes, mas sobretudo porque elas agora são insuficientes. Assim como também abrir mais leitos de UTIs é essencial, mas não contém a disseminação do vírus.

Já passou da hora de se tomarem ações mais firmes de restrição da circulação de pessoas. Em um momento de crise como este, esta é a melhor forma de salvar vidas. É falsa a dicotomia entre salvar vidas ou a economia. Simplesmente não existe economia se as pessoas estiverem morrendo. Além disso, é tarefa do poder público criar condições para que as pessoas circulem menos. Há municípios criando auxílios emergenciais para seus cidadãos. Então, por que não aqui?

Repito: já passou da hora de se tomarem medidas mais firmes. Estamos falando da vida de muitas pessoas que correm ainda mais risco agora. E garantir isso é tarefa do poder público federal, estadual e municipal. Sem essa conversa de simplesmente ficar colocando a culpa nas costas da população.

Aristóteles Cardona Júnior/Médico e Professor da Univasf

5 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho interessante essa conversa fechar o comércio é cada uma! E você vai xomer o que Doutor se os caminhoneiros pararem, se o país entrar em colapso na economia? A conversa é a mesma deste povo fechar tudo. Obque as autoridades deveriam fazer é tomar medidas drásticas prender por exemplo que não usa máscara, aí sim poderia ser uma média interessante, mas fechar o comércio é cada uma. O senhor não para se trabalhar graças a Deus, e os mais de 14 milhões de brasileiros desempregados o senhor dará um auxílio para as pessoas se manterem? É CADA UMA!

  2. O ano passado ficamos vários dias e semanas fechados em casa e os casos só aumentaram. O lockdown já se mostrou ineficaz na diminuição dos casos. Temos que reforçar as vacinas, tratamentos precoces e isolar realmente os mais necessitados (os idosos e pessoas com comorbidades).

  3. Boa tarde!!!!!
    O isolamento social e a medida mais eficaz contra um vírus invisível que mata centena diariamente, particularmente pra mim não está nada fácil, e também para vários pai de família que está na mesma situação.
    Temos um governo ineficiente, negacionista e sem planejamento nenhum pra maior crise sanitária do oais. E infelizmente uma população que não colabora pra que possamos passar por esse pesadelo mais rápido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dois × três =