Artigo do leitor: “Ironia ou descaso?”

2

IPVA

Os buracos espalhados em rodovias de Petrolina, a exemplo da BR-235, serviram de mote para o leitor Deivson Albuquerque suscitar um questionamento pertinente.

Confiram:

Quem trafega pela Rodovia BR-235 está acostumado com o grande número de acidentes ocorridos nessa rodovia, pois há um grande fluxo de veículos e uma estrutura precária, a estrada não possui acostamento, a vegetação em muitos pontos chega até a pista; animais soltos e a grande quantidade de buracos aumentam ainda mais os riscos de acidentes e danos à população.

Próximo ao Projeto Senador Nilo Coelho (N-5) existe um buraco de quase 1 metro de diâmetro, que já causou inúmeros acidentes. Hoje (26/10/2015) visualizei o buraco supracitado, pichado com a sigla IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores).

É importante deixar claro que todos os impostos pagos hoje no Brasil vão para uma conta única e somados como receitas. Depois são feitas as divisões desses valores entre a União, Estados e Municípios, ou seja, o IPVA não é um imposto destinado exclusivamente à manutenção das estradas, porém a Constituição também estabelece que 50% do total arrecadado pelo estado com o IPVA vão para o município em que o veículo está registrado. Ou seja, grande parte do IPVA na verdade é utilizada na manutenção das cidades. É dever de todo cidadão pagar impostos e é dever do governo prover estradas decentes.

O que chama atenção nessa rodovia é que mesmo com todos esses problemas citados, toda essa quantidade de buracos que põem em risco a vida de pessoas, ainda assim, após alguns metros, o Estado cobra constantemente o IPVA em dia por meio de blitz da polícia estadual e municipal. O cidadão é fiscalizado e cobrado sobre os impostos, mas o governo fecha os olhos para os seus deveres. Ironia ou descaso?

Atenciosamente,

Deivson Albuquerque/Leitor

2 COMENTÁRIOS

  1. Parabéns Deivson, pela matéria.
    Trafego diariamente na rodovia 235 e ontem a noite também me chamou atenção o “lembrete” no referido buraco, blitz há todos os dias, mas prestação de bons servicos fica é longe…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome