Artesãs de Salgueiro inspiram-se no trancelim de Conceição das Crioulas para faturar no Carnaval

0

trancelim artesãs salgueiro

Artesãs de Salgueiro (PE), no Sertão Central, inspiraram-se no trancelim do povoado de Conceição das Crioulas, na zona rural do município, para trazer toda sua criatividade para o Carnaval. A valorização das raízes culturais agregou valor à produção das profissionais e se potencializou em negócio, aproveitando o período. A dança tradicional que imita um trançado costurado pelo som dos pífanos ganhou novo conceito em adereços e sobreposições carnavalescas, além de camisas para o período da Folia de Momo.

A iniciativa foi sistematizada na terceira edição da oficina de adereços carnavalescos, promovida pela Prefeitura de Salgueiro, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social, que formou na terça-feira (2), depois de duas semanas de aulas, 19 artesãs e um artesão.

A estudante do curso de Logística da Universidade de Pernambuco (UPE), Maria Aparecida, participou da oficina pela primeira vez. Ela adora Carnaval e já tinha experiência em customização. Agora, além de expandir as técnicas de personalização de camisas, ela aprendeu a trabalhar com adereços de cabelo. “A pessoa pensa que é muito difícil, mas da forma como foi ensinado, fica fácil”, diz.

Aparecida adquiriu habilidade na criação de nós, tiaras e na arte de dar formato aos arames. Ela pretende dar continuidade à produção de adereços e camisas, durante todo o ano, em um negócio próprio. “Os adereços desse ano são menores, mas ao mesmo tempo bonitos. Acho que a gente vai vender bastante, até porque ficaram mais baratos”, disse.

Alternativa

Para a secretária de Desenvolvimento Social, Eliane Alves, o diferencial da iniciativa é oferecer uma alternativa aos produtos em série, comumente, distribuídos no mercado. “São adereços, realmente, artísticos, aproveitando o ciclo carnavalesco e dando a oportunidade de os clientes adquirirem enfeites diferenciados com a marca do Salgueiro Criativo e as camisas com o traço todo peculiar do artista plástico Cesar Souza”, explica. (fonte/foto: Ascom PMS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

1 × 2 =