Arcoverde: Sistema Integrado do Saneamento Rural do Moxotó elege conselho administrativo

0
Foto: Flávio Japa / Seinfra

Nesta segunda-feira (14), aconteceu a primeira assembleia geral do Sistema Integrado do Saneamento Rural (Sisar) do Sertão do Moxotó pernambucano, na cidade de Arcoverde. O encontro contou com a presença de representantes dos municípios de Buíque, Custódia, Ibimirim, Itaíba, Manari, Pedra, Sertânia, Tupanatinga e Venturosa, sendo discutido e aprovado o estatuto social, e realizada a eleição para escolha dos membros (titulares e suplentes) que farão parte dos conselhos administrativo e fiscal da entidade.

A implementação do Sisar é mais uma ação do Governo de Pernambuco cujo objetivo é de promover a universalização do acesso à água e ao esgotamento sanitário para os cidadãos de todas as regiões do Estado, inclusive nas comunidades rurais. A iniciativa tem coordenação conjunta das Secretarias de Desenvolvimento Agrário (SAD), Infraestrutura e Recursos Hídricos, Compesa e Instituto Agronômico de Pernambuco. O conselho administrativo do Sisar Moxotó seguirá um modelo de gestão compartilhada. Ele será composto por onze membros, seis representantes da sociedade civil, eleitos na assembleia, e outros cinco coparticipantes que serão indicados pelos órgãos do Estado. Na assembleia também foram eleitos seis representantes para compor o conselho fiscal da entidade. Os escolhidos terão mandato de um ano, prorrogável por mais dois.

Eleita presidente do conselho administrativo, Regiane dos Santos, representante da comunidade Horizonte Alegre (de Pedras), destacou a importância do momento para os municípios. “Estamos felizes com essa conquista e, a partir de agora, assumimos o compromisso de trabalhar incansavelmente. O Sisar tem potencial para alavancar o desenvolvimento da nossa região. Esse é um projeto grandioso, um marco na história das nossas comunidades rurais”, enfatizou.

Na região do Moxotó, 120 mil pessoas de 622 comunidades e 30 mil imóveis rurais serão diretamente beneficiados pelo Sisar. O Sistema surge com o objetivo de garantir uma prestação eficiente dos serviços de saneamento básico a um baixo custo para as comunidades rurais e de promover a universalização desses serviços, proporcionando melhoria da qualidade de vida destas populações e, desta forma, contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico e para a preservação do meio ambiente. Além do Sertão do Moxotó, outras onze regiões do estado também serão beneficiadas de forma específica pelo Sisar (Metropolitana; Mata Norte; Mata Sul; Agreste Central; Meridional; Setentrional; Sertão Central: Pajeú; Itaparica; São Francisco e Araripe).



DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

dezoito − 13 =