Após mais um acidente, moradores da Cohab VI reclamam de falta de sinalização

3

acidente cohab VI -Mais um acidente automobilístico foi registrado em Petrolina. Desta vez o fato aconteceu na Rua 21 da Cohab VI, zona oeste da cidade, nesta terça-feira (15) e envolveu um veículo de passeio e uma motocicleta.

Segundo informações enviadas através do WhatsApp do Blog, o carro acabou atingindo o motociclista. Apesar do impacto, ninguém sofreu ferimentos mais graves. Tanto o motorista do veículo quanto o condutor da moto foram atendidos por uma equipe do Samu.

Moradores relatam que o local vem se transformando em palco para inúmeros acidentes, principalmente por estar sem sinalização após ter passado por obras de recuperação e pavimentação. Indignados, eles cobram urgentemente da EPTTC placas indicativas na via.

Além de a rua não ser sinalizada, a imprudência de muitos motoristas contribui para ocorrências de acidentes.

rua 21 cohab VI - sem sinalização

3 COMENTÁRIOS

  1. Se o Brasil fosse um País serio, os “in” responsáveis pela má gesta do transsito de Petrolina deveriam ser penalizados.
    Digo mais, os envolvidos neste e no demais acidentes deveriam entrar com processo contra os “in” responsáveis.

  2. Em ruas sem sinalização, vale o que diz o código de trânsito:

    “III – quando veículos, transitando por fluxos que se cruzem, se aproximarem de local não sinalizado, terá preferência de passagem:
    a) no caso de apenas um fluxo ser proveniente de rodovia, aquele que estiver circulando por ela;
    b) no caso de rotatória, aquele que estiver circulando por ela;
    c) nos demais casos, o que vier pela direita do condutor;”

    O problema maior é a imprudência e o desconhecimento do código de trânsito. Essa rua foi recém pavimentada e muitos motoristas abusam da velocidade, pois não há nenhuma lombada. Há ainda muitos que a cruzam sem sequer olhar para o lado direito, que é quem deve ter a preferência nesses casos. Transito nessa rua quase todos os dias e semana passada quase bati em um mototaxi que cruzou essa rua em alta velocidade, sem olhar e vinha do meu lado esquerdo, ou seja, a preferência era minha. Por sorte ando no máximo a 30 km/h, até porque há muitas crianças circulando. Esse deu sorte. O de hoje não.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome