Apesar da pandemia, Caged destaca Juazeiro com saldo positivo de empregos na Bahia nos quatro primeiros meses de 2021

1
Foto: Ascom PMJ/divulgação

Apesar do grave cenário da pandemia de Covid-19, Juazeiro apresentou crescimento na geração de empregos durante os primeiros meses de 2021 na Bahia, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O cadastro é um registro administrativo do Ministério da Economia, que tem o objetivo de expor os saldos de empregos celetistas nos municípios.

Nos meses de janeiro e fevereiro, os dados do novo Caged registraram um saldo positivo de 556 empregos nas áreas da agropecuária (149), comércio (75), construção (45), indústria geral (138) e serviços (149). Fator relevante quando comparado ao ano de 2020, em que a geração de empregos fechou negativo no município, com o decréscimo de -1.090 afetando a agropecuária (-139), indústria geral (- 92) e serviços (-1003).

A expectativa para uma recuperação mais robusta, porém ainda lenta, aumenta com a chegada da vacina contra a Covid-19. Segundo economistas, a taxa de desemprego vem caindo, devendo melhorar ainda mais nos meses seguintes. Entretanto, a previsão de uma retomada mais forte na economia só deve ocorrer mesmo em 2022.

Para o titular da Agência de Desenvolvimento Econômico, Agricultura e Pecuária (ADEAP) Carlos Neiva, os dados são esperançosos, mas o trabalho não pode parar. “Apesar da pandemia e do retrocesso dos últimos anos, Juazeiro volta a se destacar no Caged. Desta forma, acredito que estamos cumprindo o compromisso com a prefeita Suzana Ramos e com toda a juazeiro. Desde o início da gestão várias empresas têm nos procurado, por entender que as portas estão abertas. E nós, enquanto governo, faremos o que for preciso, dentro dos trâmites necessários, para fortalecermos ainda mais o desenvolvimento em nossa cidade“, avalia Neiva.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome

8 + 2 =