Aguardada pela população há 57 anos, água tratada chega aos lares de Campo Alegre de Lourdes

2
A população lotou a Câmara de Vereadores para testemunhar o momento histórico. (Foto: Divulgação)

O município de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bhaia, atualmente vive uma nova era com a chegada da água do Rio São Francisco, aguardada pela população há 57 anos. Orçada no valor de R$79,6 milhões e com 150 quilômetros de extensão, a adutora possibilita que a água tratada chegue aos lares da sede do município e em outras 57 localidades da zona rural. A captação do sistema é realizada por flutuante instalado em um braço do rio São Francisco no povoado de Passagem, distrito de Pilão Arcado, cidade da mesma região.

Em audiência pública realizada no último final de semana pela Prefeitura Municipal na Câmara de Vereadores, foi entregue a primeira etapa da adutora que agora será operacionalizada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). A população lotou a Câmara de Vereadores para testemunhar o momento histórico.

Autoridades estiveram presentes, entre elas, o Prefeito Municipal Enilson Marcelo, representantes da Codevasf – Elmo Nascimento, Luiz Augusto Costa, Antônio Luna de Alencar, Hélio Silvio Barros, José Domingos Filho e Rutiana de Andrade, a representante da Embasa Uilma Pesqueira, o pároco Bernard Hank, e o deputado estadual Zó.

Na oportunidade, o Prefeito Enilson Marcelo relembrou a luta da Administração Municipal através de inúmeras visitas e viagens, para buscar apoio, soluções e recursos financeiros para viabilizar o funcionamento da adutora. O sistema de abastecimento estava paralisado anteriormente a atual gestão.

De acordo com informações da Codevasf, o sistema beneficiará cerca de 40 mil pessoas em diversas localidades do semiárido baiano.

Uso consciente

A funcionária da Embasa Uilma Pesqueira, dentre outros pontos, esclareceu que é de suma importância o uso consciente da água, evitando desperdícios e principalmente os famosos “gatos”.

Como a obra da adutora contempla boa parte da zona rural do município, diversas reuniões foram realizadas em abril pela Embasa e pela Prefeitura, para fornecer orientações sobre valores das tarifas, os benefícios oferecidos pela Embasa, direitos e deveres comerciais, etc.

Após os pronunciamentos das autoridades, a audiência foi aberta para a população se manifestar, a qual registrou diversos elogios a Administração Municipal, fazendo menção a nova fase que vive o município.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome